Por pbagora.com.br

Com o intuito de evitar aglomerações e combater a disseminação do novo coronavírus, a Prefeitura Municipal de João Pessoa disse que não permitirá que bares e restaurantes se transformem em casas de shows e eventos. A declaração foi dada pelo secretário de Saúde da capital, Adalberto Fulgêncio.

Na noite desta sexta-feira (27), ficais da PMJP interditaram um bar localizado no bairro de Manaíra, após denúncias de aglomeração no local. Os servidores logo detectaram descumprimento de protocolos sanitários contra a covid-19.

Fulgêncio alertou que todos os estabelecimentos são obrigados a cumprir as regras apresentadas pela PMJP para o enfrentamento à covid-19, desta forma, não será permitido que bares e restaurantes descumpram os protocolos com a realização de  eventos que proporcionam aglomeração e disseminação do vírus. “Esse decreto de bar e restaurante foi negociado com a Abrasel e o Sindicato dos Bares e Restaurantes. Nós sentamos para construir esse decreto. Não foi uma imposição. Foi uma pactuação. Agora não dá para aceitar que um bar se transforme em uma casa de show e que um restaurante se transforme em uma casa de eventos. Isso nós não permitiremos”, afirmou.

As fiscalizações, de acordo com o secretário, ficaram mais intensas nas últimas semanas e devem continuar, principalmente pela elevação do números de casos da doença registrada nos últimos dias. O objetivo é evitar retroceder nas flexibilizações, permitindo a movimentação da economia e o respeito à saúde. “Agora em dezembro a gente tenha a flexibilização, permitida a circulação, permitindo que a economia rode, permitindo também que as questões sanitárias sejam atendidas, tudo em defesa da civil. Então economia e saúde juntas, em defesa da vida”, declarou o secretário.

A multa varia de R$ 300 a R$ 50 mil. Já foram realizadas 2.000 fiscalizações e apuradas mais de 100 denúncias.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Retorno das aulas presenciais evita maiores prejuízos emocionais para estudantes, avaliam educadores

Modelo híbrido começa a valer em fevereiro em algumas escolas particulares A volta às aulas presenciais nas escolas particulares está programada para o início de fevereiro em algumas cidades do…

MPPB apura denúncia contra secretário de Gado Bravo acusado de furar fila da vacina

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou notícia de fato para apurar a denúncia veiculada pela imprensa de que o secretário adjunto de Saúde do município de Gado Bravo, Diógenis…