Por pbagora.com.br

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, voltou a demonstrar preocupação com a velocidade do aumento do número de casos do novo coronavírus (Covid-19) na Paraíba. Medeiros teme que o serviço público de saúde não acompanhe a quantidade de casos e entre em colapso.

– O momento é de apreensão em relação ao colapso da rede pública estadual, tanto em João Pessoa, como um prenúncio em Campina Grande de uma avalanche de novos casos.

Análise feita pela Secretaria de Estado da Saúde, com base na taxa de isolamento social, não descarta a possibilidade de um número ainda maior de pessoas contaminadas na próxima semana. Diante desta possibilidade, o secretário Geraldo Medeiros informou ainda que há uma avaliação do Comitê Científico do Norte e Nordeste que preconiza uma restrição social mais intensa na região metropolitana de João Pessoa e em Campina Grande. Para ele, a flexibilização depende justamente dos indicadores epidemiológicos.

– Nós não podemos promover a flexibilização no momento em que há um pico de incidência de casos na Grande João Pessoa e em Campina Grande. -, disse.

Ele explica que no final deste mês, o governador João Azevêdo deverá se reunir com o corpo técnico da Secretaria Estadual de Saúde para tomar uma decisão se vai ou não fazer a retomada da abertura de alguns seguimentos que estão sem funcionar.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

UEPB lança novos editais do Programa Auxílio Conectividade

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-Reitoria Estudantil (PROEST), lançou novos editais do Programa Auxílio Conectividade, ofertado pela Instituição aos estudantes regularmente matriculados em componentes curriculares e/ou atividades…

Bayeux: com guerra de decisões intervenção pode ser única saída

Cidade já passou pelo comando de quatro prefeitos em menos de quatro anos de gestão Insegurança jurídica, instabilidade administrativa e futuro incerto. A cidade de Bayeux, município da região metropolitana…