O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) cortou 234 bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica (IC&T) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). O anúncio foi feito na ultima quinta-feira, dia 15.

Segundo a Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG), das 238 bolsas previstas de Iniciação Científica, apenas 95 foram preservadas. As 21 de Iniciação Tecnológica e as 70 de Iniciação Científica Júnior foram cortadas com a medida do CNPq.

Em nota publicada no Sistema de Avaliação e Acompanhamento de Projetos (SAAP/UFCG), solicitando posicionamento dos pesquisadores, se desejam continuar com os projetos sem bolsas, na modalidade “voluntário”, o coordenador Geral de Pesquisa, Luciano Barosi, lamentou a ação do governo federal.

Ao dizer que a PRPG e a Reitoria estavam analisando medidas que pudessem abrandar a repercussão dos cortes das bolsas, nas atividades de pesquisa e inovação, foi taxativo: “não há muitas esperanças com os recursos que temos no momento”.

Em nota oficial, o CNPq informou que a suspensão das bolsas foi motivada por “indicações de que não haverá a recomposição integral do orçamento de 2019” e que a medida era “necessária para minimizar as consequências dessa restrição”. Na comunicação, o Conselho afirmou buscará uma “melhor solução possível para este cenário”.

 

Ascom UFCG

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mídia nacional repercute declarações de Bolsonaro sobre Lula na PB

O jornal Folha de São Paulo repercutiu, nesta segunda-feira (11), as declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL), na Paraíba, ao anunciar que não iria polemizar com o ex-presidente Lula, a…

MPPB ajuíza ação contra a Taurus por conta de armas defeituosas

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ajuizou uma ação civil pública contra a Forjas Taurus, requerendo a substituição ou ressarcimento ao Estado da Paraíba pela compra de armas de fogo…