O corretor de imóveis Roberto Vicente Correia, preso na tarde da última sexta-feira (31), acusado de matar o radialista Joacir Filho, em um restaurante no Centro de Campina Grande, pode ter o registro profissional cancelado. A direção do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-PB) fará uma reunião nesta segunda-feira (01) para avaliar o caso.

Roberto poderá sofrer um processo administrativo disciplinar, a ser concluído num prazo de 90 dias, quando será julgado pela Comissão de Ética e Fiscalização Profissional (Cefisp) e Turma de Julgamento, que ao final – disponibilizado o princípio universal da ampla defesa e do contraditório – decidirá pela aplicação de sanção que pode ir de uma advertência ao cancelamento da inscrição junto ao Creci-PB.

Nesse período, o registro profissional dele também poderá ser suspenso.     

Imagens do circuito de segurança de um restaurante flagraram o momento em que o corretor sacou uma arma e atirou no peito do radialista, na noite da última sexta-feira (31), após uma discussão por motivo banal. Antes de cometer o crime o acusado havia pago a conta e abraçado a vítima.

 

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Destino Paraíba é divulgado na principal feira de Turismo de Madri, na Espanha

A Paraíba vai estar presente em uma das principias feiras de Turismo da Europa, a partir desta quarta-feira (22) até domingo (26). A 40ª edição da Feira Internacional de Turismo…

Concursos que oferecem 555 vagas de emprego na Paraíba estão com editais abertos

Pelo menos 555 vagas são oferecidas em cinco editais de concursos e seleções publicados na Paraíba, nesta semana de 19 a 26 de janeiro. Concurso da Prefeitura de Sapé Vagas:…