A Paraíba o tempo todo  |

Corretor de imóveis se destaca em corrida de rua realizada em Bananeiras

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O corretor de imóveis paraibano Carlos Antônio da Silva continua acumulando conquistas não só na atividade profissional, mas também na condição de atleta. A mais recente delas ocorreu na última sexta-feira (31) , quando obteve o 41º lugar no geral e 2º na faixa etária de 60 a 69 anos, após maratona ocorrida no município de Bananeiras, situado na região do brejo do estado.

A competição contou com cinco mil atletas de várias categorias, com 5 mil m, 13 mil m, 26 mil m e 51 mil (esta última considerada ultramaratona), que contou com aproximadamente 80 participantes.

A concentração ocorreu às 5h próximo ao cemitério de Bananeiras, de onde a largada se deu no sentido Serras. O percurso constou de trechos descampados, com trilhas em estradas de barro e muitas elevações, onde a menor ladeira tinha 700 m de subida e outras, a exemplo da chamada Cruzeiro de Roma, com 5 km só de subida e Carlos conseguiu concluí-lo, segundo o relógio oficial, às 8h05.

Ela, que ostentou no perito o número 6036, considerou como primorosa a organização do evento, com estabelecimento do cumprimento de várias etapas, determinantes ao recebimento de medalhas e troféus.

Exercício de superação

“Não foi fácil cumprir esse itinerário carregando uma mochila com água e kit de primeiros socorros nas costas pesando 5 Kg, numa superação de cansaço, que incluiu câimbras, mas ao final deu tudo certo, o que agradeço primeiramente a Deus e a minha esposa, que me ajudou muito nos treinamentos”, afirmou.

Carlos Antônio da Silva cultiva desde os 13 anos de idade essa paixão pela corrida, que o ajuda na profissão, ao lhe proporcionar resistência física, fazendo-o deslocar-se com mais facilidade e consequentemente, cansar menos.

Membro da Coapin

Ele integra a Comissão de Análise de Processos de Inscrição do Creci-PB, que tem como atribuição opinar, inclusive no que diz respeito à autenticidade documental, quanto à regularidade ou não dos processos de inscrição de pessoas físicas e jurídicas, entre outros processos definidos através de Portaria. A Coapin diligenciar, proceder a oitivas, citações, notificações e praticar todos os demais atos necessários ao cumprimento de seu desiderato.

Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe