Por pbagora.com.br

Através da Portaria nº 115, de 12 de maio de 2009, publicada no Diário da Justiça, a Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça apresenta todo o ritual que cumprirá na Paraíba, a partir do dia 28 deste mês, em uma ampla inspeção no Poder Judiciário do Estado, nos niveis de primeira e segunda instâncias.  Assinada pelo ministro Gilson Dipp, a portaria evidenciam alguns problemas graves já detectados pelo CNJ: mais de 12 mil processos conclusos engavetados e outros 2,2 mil também concluídos só aguardando prolação de sentença.

Segundo ainda a portaria da Corregedoria Nacional de Justiça, no mês de março deste ano 32% das unidades judiciárias da Paraíba deixaram de prestar as informações devidas ao Sistema Justiça Aberta. Fica claro, ainda, que existem denúncias junto ao CNJ que deverão ser apuradas pelo corregedor e equipe nos dias dias em que estiverem na Paraíba. A inspeção terá início no dia 25/05/2009 e incluirá cartórios extrajudiciais e unidades da administração
pública que estão sob a fiscalização do Poder Judiciário
 

A realização de audiências públicas também é uma novidade que deverá deixar os erros do Judiciário da Paraíba ainda mais expostos. Na reunião, a ser realizada  no Auditório Des. Wilson Pessoa da Cunha, anexo do Tribunal de Justiça, serão colhidas sugestões, notícias, reclamações, denúncias ou observações capazes de contribuir par o aprimoramento do serviço forense naquela jurisdição.

Participarão dos trabalhos de inspeção e audiências públicas, além do ministro Gilson Dipp, participarão os juízes auxiliares da Corregedoria Nacional de Justiça, Ricardo Cunha Chimenti, Salise Monteiro Sanchotene, Friedmann Anderson Wendpap e  Marcelo Martins Berthe´`

Veja aqui a íntegra da Portaria da Corregedoria Nacional de Justiça.

Órgãos e entidades convidados para as audiências publicas

– Ministério Público no Estado,

– Ministério Público Federal no Estado,

– Advocacia Geral da União no Estado

– Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Paraíba,

– Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba,

– Secretaria de Segurança Pública da Paraíba

– Defensoria Pública no Estado

– Procuradoria Geral do Estado, ao

– Procuradoria Geral do Município de João Pessoa,

– Associação dos Magistrados Brasileiros,

 -Associação dos Magistrados da Paraíba

– Associação do Ministério Público do Estado,

–  Associação dos Defensores Públicos do Estado,

– Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e dos Oficiais de Justiça do Estado,

– Associação dos Oficiais de Justiça da Paraíba

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TCE-PB aponta que Prefeitura de Conde pagou mais de R$ 3 milhões a um único posto de combustíveis

O Tribunal de Conta da Paraíba, apontou que a prefeitura de Conde, no Litoral Sul paraibano, pagou mais de R$ 3 milhões com a compra de combustíveis nos últimos quatro…

Covid: taxa de ocupação de leitos cresce 17% na Região Metropolitana de João Pessoa

A taxa de ocupação de leitos destinados a pacientes diagnosticados com covid-19 voltou a subir na Região Metropolitana de João Pessoa no mês de outubro. No dia 30 de setembro,…