O corpo do torcedor do Botafogo-PB morto no sábado (11), em Natal, está sendo velado no Centro Comunitário do bairro do Geisel, em João Pessoa, na manhã desta segunda-feira (12). Ele foi forto após dar entrada em um hospital do Rio Grande do Nordeste, e segundo a família, o homem foi espancado por policiais militares após pular o muro do estádio Barretão.

A corporação afirmou que deverá se pronunciar oficialmente sobre o caso após a investigação que será feita pela Polícia Civil.

No local do velório, há faixas e bandeiras da torcida organizada Fúria Independente. O enterro está marcado para acontecer às 15h, no Cemitério da Penha.

O torcedor identificado como Eduardo Feliciano Justino da Silva deu entrada no Hospital Municipal Dr. Percílio Alves, em Ceará-Mirim, região metropolitana de Natal, às 20h02, de acordo com a guia, confirmada pelo serviço social da unidade, apresentando rebaixamento de nível de consciência.

De acordo com a guia de solicitação de exame cadavérico assinado pela equipe médica do hospital, o homem de 27 anos tinha marcas de contusão no tórax e no rosto, além de intoxicação alcoólica e indícios de uso de drogas ilícitas.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Começa período de punição ao descumprimento do decreto mais rígido em 8 cidades da PB

Começa nesta quinta-feira (04), o período de punição ao descumprimento do decreto mais rígido na Região Metropolitana de João Pessoa. A partir de agora quem descumprir o decreto com medidas…

Sitrans suspende circulação de ônibus em Campina Grande a partir desta quinta

A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), comunicou a suspensão do transporte coletivo em Campina Grande a partir desta quinta-feira (04). A decisão foi tomada pelo…