O corpo de uma mulher, de aparentemente 30 anos, foi encontrado às margens da BR-230, na altura do km 45, em avançado estado de decomposição, na manhã desta quarta-feira (20), com a barriga dilacerada e um feto ao lado, que possivelmente foi arrancado de dentro da vítima.

O corpo foi encontrado por um ciclista que passava pelo local e  acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A mulher tinha em seus bolsos diversos preservativos, uma pequena faca, além de um cachimbo comumente utilizado para o consumo de droga.

Conforme relato policial, o pescoço da mulher estava enrolado com arame farpado e apresentava diversas perfurações na região da cabeça, o que indicariam disparos de arma de fogo.

Pela maneira como o corpo foi encontrado, a polícia acredita que a vítima tenha sido assassinada em outro local e desovada na rodovia.

De acordo com o delegado Diego Garcia, responsável pela investigação, a princípio, a informação seria de que a mulher teria sido vítima de atropelamento, mas, ao chegar ao local, constatou-se que havia um feto arrancado da barriga da mãe com uma faca.
A polícia acredita que a mulher era garota de programa por estar com preservativos no bolso, além de, possivelmente, usuária de drogas.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário acredita em acordo com entidades para evitar greve das polícias

Em meio a possibilidade de uma greve das categorias responsáveis pela Segurança Pública do Estado, o secretário da Pasta, Jean Nunes, torce pelo êxito das negociações com as entidades das…

Cai para três número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil

O número de casos suspeitos de infecção por coronavírus no Brasil caiu para três, informou o Ministério da Saúde. Segundo o balanço mais recente da pasta, divulgado às 12h de hoje (16),…