Por pbagora.com.br

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) esteve empenhado no monitoramento do litoral paraibano, durante o final de semana, como parte das ações que vêm sendo promovidas pelo Governo do Estado para prevenir grandes impactos ambientais e econômicos, caso a Paraíba venha a ser afetada pelas manchas de óleo. Na ação, não foram encontrados vestígios do material que vem atingindo praias do Nordeste.

Ao todo, 18 militares foram empregados e cinco viaturas, entre operacionais, administrativas e aquáticas (bote inflável e moto aquática). Além das ações na água – inspeção superficial, navegação das embarcações e atuação dos mergulhadores – também foi realizada captura de imagens aéreas com drones.

Foram monitoradas utilizando embarcações as seguintes regiões: Praia do Amor, Gramame Sul, Praia de Pitimbu, Praia de Acaú e Praia Azul. Além de mergulho no Coral do Lagostinho, localizado na praia do Amor, numa profundidade máxima de 4 metros, e na praia de Pitimbu.

Em parceria com outros órgãos, ações com drones foram realizadas por uma equipe da Polícia Civil nas praias do litoral sul, no trecho do Seixas até Gramame.

Nos relatórios elaborados com as imagens e informações coletadas das equipes empenhadas, ficou constatado que não há vestígios do material nas praias que foram monitoradas e que são as mais próximas da divisa com o Estado de Pernambuco, cujo litoral foi afetado pelas manchas de óleo.

PB Agora

Notícias relacionadas

Veja a previsão do tempo da Aesa para a capital neste domingo

Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), a previsão do tempo para João Pessoa será de céu nublado a parcialmente nublado com ocorrências de chuvas. A…

Chuvas na PB: especialista destaca que está chovendo dentro da média e prevê precipitações para o Sertão

Em entrevista a imprensa o gerente da Agência Executiva de Gestão de Águas (Aesa) da Paraíba, o gerente de monitoramento da Aesa, Alexandre Magno, fez uma avaliação sobre as recentes…