A Paraíba o tempo todo  |

Corpo de ator assassinado em João Pessoa é enterrado em PE

O corpo do ator e professor de educação física, José Ismar Eugênio Pompeu, 42 anos, foi enterrado por volta das 10h desta terça-feira (29) no cemitério de Ipubi (distante 581 quilômetros de Recife), no Sertão do Estado de Pernambuco. O corpo do ator foi velado durante toda esta segunda-feira (28) no teatro Lima Penante, no centro de João Pessoa. O caso será investigado pelo delegado de homicídios, Marcelo Falcone.

Também nesta segunda pela manhã, a polícia encontrou uma faca e peças íntimas de José Ismar em um terreno baldio ao lado do residencial onde a vítima morava, no bairro Pedro Gondim, na Capital paraibana. A informação é do perito judicial pernambucano, Geovani Santana, amigo da família do ator.

“A faca que foi encontrada no terreno não pertencia ao Ismar. Duas peças íntimas do ator foram jogadas após o crime”, disse Geovani Santana.

O perito, que teve acesso a parte interna do imóvel, revelou que digitais do suposto assassino foram deixadas pelos cômodos do apartamento. “Quando entrei no local, constatou-se que vários objetos estavam sujos de sangue. O banheiro estava molhado como se tivesse sido usado pelo acusado depois do crime. Pegadas com sangue tinham pelo apartamento, inclusive, em direção a porta de saída. Latas de cervejas e copos também continham pigmentos de sangue”.
 

De acordo com a delegada Julia Walesca de Sá, “no decorrer das investigações, vamos saber o que caracterizou o assassinato. Se foi homofobia ou latrocínio”.  A Polícia Civil disse que vários objetos da vítima foram roubados do local e o apartamento estava parcialmente revirado. Uma investigação inicial no apartamento apontou que o imóvel não tinha sinais de arrombamento. O companheiro da vítima foi ouvido e liberado.

 

Segundo informações de Alessandro Thê, amigo pessoal do ator, foram solicitadas as imagens do circuito interno de câmeras de uma casa e concessionária de veículos localizadas nas imediações do residencial.

Entidade pede Justiça

O presidente do Movimento do Espírito Lilás (MEL), Luciano Bezerra, protocolou nesta segunda-feira (28), na Secretaria de Segurança Pública do Estado um ofício pedindo celeridade nas investigações e pleiteando uma audiência para tratar sobre os crimes homofóbicos cometidos na Paraíba. “Não podemos deixar que este crime fique impune. Só no ano passado, 27 homossexuais foram mortos na Paraíba e nenhuma elucidação”.

Artistas Lamentam morte

O vereador de João Pessoa e militante cultural, Fuba, ressaltou as qualidades artísticas do ator e disse que a morte de Ismar representa uma grande perda para a classe. “Ismar era um ator formidável. De um talento ímpar. Temos que lamentar a partida prematura dele e cobrar rigor nas investigações.

O ator Edilson Alves, amigo pessoal de Ismar há mais de 20 anos, relembrou os momentos alegres vividos ao lado do ator e o ingresso do artista no mundo circense.” Eu tive o privilégio de ter sido o primeiro artista da cidade a ensiná-lo essa coisa do palhaço. Fizemos vários show.  Foi meu parceiro em grandes caminhadas. A morte abre uma lacuna enorme no meio da animação infantil, na classe artista e no rosto’.

Para o teatrólogo Sebastião Formiga, que conviveu mais 18 anos com o ator pernambucano, a partida trágica de Ismar simboliza o fim de um guerreiro que lutou por uma hegemonia cultural no Estado. “ Ismar vai deixar uma lacuna grande. Ele era um guerreiro tão lutador, tão batalhador para construir a hegemonia cultural. Tinha um talento para unir a trupe, trazer a turma para o picadeiro. Espero que o grito de alertar de ismar possa ecoar nos ouvidos das autoridades”.

Natural de Pernambuco, José Ismar estrelou diversos papéis no teatro paraibano. Um de seus trabalhos mais conhecido é o ‘Palhaço Pirulito’. Ele também participou da última edição da ‘Paixão de Cristo’ de João Pessoa.
 

 

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe