Por pbagora.com.br
 
 

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 já está com novas datas para aplicação das provas. O exame será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital). Os novos dias foram divulgados pelo secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Antonio Paulo Vogel, e pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, nesta quarta-feira (8).
Em entrevista coletiva realizada por videoconferência, o presidente do Inep afirmou que o instituto está preparado para aplicar o exame em janeiro e que busca, junto ao Ministério da Economia, um aporte adicional de R$ 70 milhões para adequações de segurança contra o novo coronavírus.

“Vamos tomar todas as medidas de segurança do ponto de vista sanitário para a aplicação da prova. Para isso, teremos de alugar novas salas e disponibilizar equipamentos de segurança, como máscaras e álcool em gel, o que gera um custo além do que foi planejado inicialmente. Porém, já estamos em contato com o Ministério da Economia e isso não será um problema para a realização da prova”, disse Alexandre Lopes, durante a coletiva.

A secretária de Educação do Mato Grosso do Sul e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Cecília Motta, também participou da coletiva e ressaltou a importância do Enem ser realizado no início do primeiro semestre de 2021.
“Este é um ano que está sendo muito difícil e chegar a um consenso não é fácil. No entanto, a decisão agradou a todos nós, porque a gente não pode perder o primeiro semestre, que é muito importante, nem perder a organização do Prouni, do Sisu e do Fies. Então, o Consed unanimemente aprovou esta data e achou-a muito interessante para os alunos da rede pública”, disse a presidente do Consed.

As novas datas do Enem foram definidas após diálogos com as secretarias estaduais de Educação e entidades representativas das instituições de ensino superior públicas e privadas e enquete com estudantes, disponibilizada na última semana de junho, em que mais da metade dos inscritos preferiu os meses de dezembro e janeiro.

O MEC pontuou, durante a coletiva, que, caso as instituições de ensino achem necessário, será possível abrir um terceiro processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2020. A segunda edição do Sisu 2020 já está com inscrições abertas e seguem até o dia 10 de julho.

*Com informações do MEC

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sete açudes monitorados pela Aesa estão sangrando

Dos 134 reservatórios monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), sete estão sagrando e outros 36 estão quase cheios, com mais de 90% da…

Ministro Gilmar Mendes determina a retirada da tornozeleira eletrônica de RC

Nesta quarta-feira (05), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, determinou que o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) retire a tornozeleira eletrônica que ele utiliza desde fevereiro…