O Conselho deliberativo do Campinense divulgou o edital de convocação para as eleições suplementares que vão escolher os membros da diretoria executiva do clube, após a desistência de Erivaldo ferreira, que foi eleito no dia 26 de março, mas acabou renunciando ao cargo depois de expor uma série de dívidas que o Rubro-Negro tem, principalmente com processos trabalhistas de ex-atletas e ex-funcionários.

De acordo com o cronograma que foi divulgado, o prazo para que os sócios regularizem sua situação financeira junto ao clube vai até o dia 9 do mês que vem. Na sequência, entre os dias 12 a 14, é o prazo para que os candidatos registrem junto à comissão eleitoral a intenção de disputar o pleito. As candidaturas homologadas serão confirmadas no dia 15 e a análise de recursos e pedidos de impugnação segue até o dia 26 de agosto.

A votação para a definição da nova diretoria raposeira vai acontecer no dia 15 de setembro, no Estádio Renatão. No dia seguinte a comissão eleitoral define o dia e horário da posse dos eleitos, pondo fim a um processo que já se arrasta há quase seis meses e que tem, inclusive, prejudicado o andamento de outros setores do clube, como por exemplo o departamento de futebol profissional.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Manchas de óleo voltam a aparecer no Litoral Sul da Paraíba

Nessa quinta-feira (23), resquícios do óleo que atingiu parte do litoral brasileiro no ano passado voltou a aparecer na praia de Pitimbu, Litoral Sul paraibano. De acordo com as informações…

Romero anuncia mais um pacote de obras para Campina Grande

Após visitar áreas que serão contempladas com novas intervenções da Prefeitura em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues anunciou, durante entrevista à Rádio Campina Grande FM, um novo pacote de…