Por pbagora.com.br

Importante etapa para formação acadêmica do estudante, o ensino médio é a fase em que se intensifica a preparação para o acesso ao ensino superior. Considerando o tempo necessário e a qualidade da educação para obter êxito em bons vestibulares e no Enem, algumas escolas iniciam o processo de preparação logo no primeiro ano do ensino médio. Assim, quanto mais cedo começar a preparação do aluno para a  faculdade, maior será a confiança dele no dia de fazer a prova.

O diretor da Escola do Bosque Mananciais, Paulo Henrique de Lima, acredita que o período de pré-vestibular precisa contar com o suporte dos mestres para que seus alunos façam escolhas adequadas de carreiras, de acordo com seus perfis e sonhos. “A gente precisa achar o ponto de rendimento do aluno, mas ele precisa querer, ter boa vontade”, comenta o diretor.

Já diretora do colégio Alfa, Elisabete Lima, fala da importância dos cuidados com a saúde emocional do estudante.

Para ela, uma das tarefas essenciais do professor é oferecer além do conteúdo da sua disciplina. “Ele pode ensinar, por exemplo, a importância de manter a calma para realizar uma boa prova e orientar, ainda, que se o resultado não for o esperado haverá novas chances de seguir com o sonho”, explica a diretora.

Mas com tanta opção de escolas, como saber qual é a que vai orientar melhor o estudante? Para responder a essa questão, o Educa Mais Brasil conversou com diretores de escolas que obtiveram melhores pontuações no ranking Enem 2019, que citaram três abordagens que agregam na formação do estudante.

Atenção no aluno

A pressão sobre o discente, principalmente no último ano da escola, é muito intensa. Nessa etapa, o estudante precisa decidir sobre carreira, profissão que deseja seguir, além da responsabilidade de ser aprovado no vestibular. Por isso, o professor do ensino médio deve estar pronto para auxiliar o estudante, tirando suas dúvidas e incentivando o estudo para um resultado satisfatório nas provas.

Algumas escolas bem classificadas no Enem estão priorizando a atenção do professor sobre o aluno, oferecendo suporte e orientação. Em algumas é possível encontrar a educação preceptoria, em que a atenção do docente é direcionada ao aluno em uma espécie de “coaching”, na qual é possível detectar as fragilidades e os pontos fortes
do estudante para obter o melhor rendimento dele.

Treinamento constante

No ensino médio, principalmente, no último ano letivo, é comum que as escolas apliquem simulados para que os estudantes se acostumem com o tipo de prova e criem familiaridade com a abordagem do conteúdo. Nesse quesito, os testes podem ser aplicados durante a aula, no período do contraturno ou aos sábados.

Abordagem interdisciplinar

Cada dia mais comuns em escolas de qualidade, a interdisciplinaridade é uma atividade que une diferentes áreas de estudo. No ensino médio, aplica-se quando todos os conteúdos trabalhados ao longo dos três anos se relacionam e são amplamente conhecidos pelos estudantes.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRE-PB determina remoção de postagens que associam vereador da PB a rato

Seguindo parecer do Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional Eleitoral na Paraíba (PRE/PB), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determinou a remoção de postagens injuriosas em rede social…

João apresenta projeto do Polo Turístico Cabo Branco a cônsul dos EUA

O governador João Azevêdo recebeu, nesta quinta-feira (24), no Centro de Convenções, em João Pessoa, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, e a cônsul geral dos Estados…