Por pbagora.com.br
 
 

Política de cotas raciais em universidades e mercado de trabalho, demarcação de terras de áreas quilombolas, implantação de nova disciplina curricular sobre História da África, Afrodescentes e Indígenas nas escolas paraibanas são temas que serão deliberados durante a II Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que acontecerá nos dias 23 e 24 de maio, no Centro de Formação da Polícia Militar, em João Pessoa, sob a coordenação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH).
Mais de 300 representantes do Movimento Negro, Quilombolas, Ciganos, Indígenas e Religiões de Matriz Africana participarão do evento. A abertura do evento será feita às 8h deste sábado, pelo governador José Maranhão.
A secretária estadual de Desenvolvimento Humano, Giucélia Figueiredo, disse que espera dar um salto de qualidade em relação à implementação de políticas públicas de promoção da igualdade racial. O primeiro passo será a construção e execução do Plano Estadual de Promoção da Igualdade Racial.

“Esperamos que as conferências apontem caminhos que levem a formação de um projeto em favor da criação de uma política estadual. É um setor que nunca houve política direcionada, seja na área da educação, saúde, trabalho e de gênero”, disse.

A Conferência têm por objetivo analisar e repactuar os princípios e diretrizes aprovados na I Conferência Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, realizada em maio de 2005. Os participantes devem também avaliar as diretrizes para a implementação do Plano Estadual de Promoção da Igualdade Racial.

Durante as plenárias, representantes dos segmentos sociais devem apresentar propostas de alteração do conteúdo do Plano Nacional de Promoção da Igualdade Racial e da sua forma de execução. “Deveremos redefinir diretrizes que possibilitem o fortalecimento das políticas de promoção da igualdade racial, na perspectiva de superação das desigualdades raciais ainda existentes”, disse Giucélia.
A II Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial tem como tema central: “Avanços, desafios e perspectivas da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial”. Os conferencistas deverão fazer ainda a análise da realidade brasileira a partir da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial.
Os eventos servirão também para medir o impacto das políticas de igualdade racial implementadas pelos entes federativos a partir dos eixos temáticos: Educação, Saúde, Trabalho, Cultura, Segurança e Terra.

As conferências regionais são preparatórias para a Conferência Nacional, que acontece em Brasília (DF) no período de 25 a 28 de junho, sob a coordenação da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República e do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial.

 

Da Redação

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nesta 3ª: sindicatos anunciam apoio a Cícero e Léo em João Pessoa

A candidatura de Cícero Lucena (Progressistas) à prefeito de João Pessoa recebe nesta terça-feira (20) a adesão oficial de dois importantes sindicatos da Paraíba: o SINDELETRIC PB – Sindicato dos…

Criança é socorrida para o Trauma de JP após acidente no José Américo

Na manhã desta segunda-feira (19) uma criança de seis anos ficou ferida durante um acidente e teve que ser socorrida para o hospital de Trauma de João Pessoa. De acordo…