Por pbagora.com.br

As matérias podem ser votadas em plenário nesta quarta-feira (25) e são de autoria dos vereadores Benilton Lucena (PT), Djanilson (PP), Bruno Farias (PPS), Renato Martins (PSB), Raoni Mendes (PDT) e Helton Renê (PP)

A Comissão de Educação (CE) da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), presidida pelo vereador Professor Gabriel (PDT), se reuniu na manhã desta segunda-feira (23) e aprovou 10 pareceres de Projetos de Lei (PLs), que deverão ser avaliados e votados em plenário na sessão ordinária desta quarta-feira (25). Ao todo, a CE analisou 12 matérias. Os parlamentares ainda retiraram da pauta um PLO e confirmaram o parecer desfavorável de outro.

Dentre os PLs com pareceres favoráveis estão três de autoria do vereador Benilton Lucena (PT). Um que dispõe sobre a instalação de câmeras de monitoramento e alarmes (botão de pânico), nas escolas municipais, ligados ao Centro de Operações da Polícia Militar. Outro institui o “Dia Municipal da Não Violência à Mulher”, além de outro PL que dispõe sobre a instalação de política de incentivo à saúde vocal do professor da rede pública municipal de ensino.
O parlamentar ainda teve um PL de sua autoria que recebeu pedido de vistas: o que institui a “Semana de Avaliação da Educação” no município de João Pessoa. O projeto deverá se analisado mais profundamente pelo vereador Marco Antônio (PPS).

Ainda receberam pareceres favoráveis os PLs dos seguintes vereadores: dois de Djanilson (PP), que dispõem sobre a obrigatoriedade de divulgação de entidades fiscalizadoras da educação do município e sobre a instituição do “Dia Municipal da Proteção da Vida Animal” no calendário oficial da cidade; e um de Bruno Farias (PPS), que dispõe sobre a instituição nas escolas públicas municipais de campanha permanente para conscientização dos alunos sobre a questão do meio ambiente.

Na lista das matérias com parecer favorável da CE também constam outros PLs de: Renato Martins (PSB), que institui a “Semana Municipal de Conscientização da Mulher Mais Solidária”; mais um de Raoni Mendes (PDT), que institui o “Dia do Funcionário da Escola”; além de outra matéria proposta por Helton Renê (PP), que institui a “Semana da Valorização da Família” na rede municipal de ensino.

O PL que foi retirado da pauta de votação tem autoria do vereador Bruno Farias (PPS) e institui o “Dia Mundial de Luta Contra a Violência à Mulher”, já que outra matéria que também foi apreciada nesta reunião trata do mesmo tema. Já o PL que recebeu parecer desfavorável tem autorias dos vereadores Marcos Vinícius, Luís Flávio e Eliza Virgínia, todos do PSDB, e institui a “Política Municipal de Incentivo à Leitura” na rede pública municipal de educação de João Pessoa.

 



Assessoria CMJP

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Banhistas devem evitar sete trechos do litoral da PB neste final de semana

Banhistas paraibanos ou visitantes interessados em frequentar o litoral da Paraíba neste final de semana devem evitar sete trechos de praias, segundo a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema).…

Janeiro Branco: em tempos de pandemia, CG reforça campanha pela saúde mental

Psicóloga Juliana Cunha Lima, primeira-dama, destaca importância do poder público assegurar apoio às pessoas carentes de ajuda profissional A Prefeitura de Campina Grande montou uma programação especial para a Campanha…