Por pbagora.com.br

 

A comissão especial que discute o restabelecimento da exigência de diploma para jornalistas aprovou nesta quarta-feira (14) o substitutivo do relator, deputado Hugo Leal (PSC-RJ), à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 386/09.

Pelo substitutivo, a Carta Magna passa a trazer de forma explícita que “a exigência de graduação em jornalismo e de registro do respectivo diploma nos órgãos competentes para o exercício da atividade profissional não constitui restrição às liberdades de pensamento e de informação jornalística”.

Em junho de 2009, o Supremo Tribunal Federal (STF) retirou a obrigatoriedade do diploma, sob o argumento de que ele restringe a liberdade de expressão.

A PEC agora irá a plenário, onde terá de ser aprovada em dois turnos.

Da Agência Câmara
 

Notícias relacionadas

João Azevêdo apresenta projeto de rua que vai ligar ‘Três Ruas’ à UFPB

Como parte do programa de obras, a execução do projeto que deve acontecer até 2022, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), apresentou o projeto de ligação das “Três Ruas”,…

Fenômeno: Juliette é convidada para compor música com o cantor Chico César

A advogada e maquiadora Juliette Freire, representante da Paraíba no Big Brother Brasil (BBB), da TV Globo, vem de fato se tornando um fenômeno, não só nas redes sociais, onde…