Por pbagora.com.br

Mesmo com as recomendações dos especialistas para evitar aglomeração de pessoas em tempos de combate ao novo coronavírus, um grupo de comerciantes fez uma carreata para pedir a abertura do comércio em João Pessoa, na manhã deste sábado (28).
A manifestação foi marcada para começar às 9h na Praça dos Três Poderes e percorreu parte das avenidas da cidade. Durante o percurso, os motoristas fizeram um ‘buzinaço’ na granja Santana, residência oficial do governador. A manifestação acontece no mesmo dia em que os casos confirmados de coronavírus chegaram a 10 na cidade.

O grupo pede a suspensão de medidas de quarentena que têm a finalidade de controlar a disseminação do novo coronavírus. Comércio, shoppings e galerias estão com atividades suspensas na cidade.

Ontem um grupo formado por cerca de 40 pessoas, também realizou uma carreta em Campina Grande para pedir a abertura do comércio da cidade.
Durante o percurso, os motoristas fizeram um ‘buzinaço’. A manifestação aconteceu no mesmo dia em que o primeiro caso confirmado de coronavírus foi registrado na cidade.

Os dois atos contrariam as recomendações das autoridades da área de saúde no Brasil e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pedem para que as pessoas fiquem em casa como prevenção ao avanço do novo coronavírus.

PB Agora

Notícias relacionadas

PT e MDB garantem apoio à reeleição de Azevêdo, em 2022

As ações executadas pelo Governo da Paraíba, sobretudo no combate à pandemia do coronavírus e às ações em prol do desenvolvimento do estado são alguns dos requisitos citados por aliados…

Governo da PB rebate notícia do O Antagonista e nega oferta para comprar prédio do Santa Paula

A Secretaria de Estado de Saúde da Paraíba negou, em nota publicada na noite dessa quinta-feira (7), que o prédio do antigo Hospital Santa Paula esteja à venda. No local,…