Por pbagora.com.br

 Começa nesta terça-feira (27), às 8h30, o Fórum Municipal para Discussão do Parque Tecnológico de João Pessoa (ForumTec), no auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. Os interessados devem fazer inscrição através do site http://www.joaopessoa.pb.gov.br/forumtec ou no local do evento.

 

Estão sendo disponibilizadas gratuitamente 300 vagas para profissionais, empresários, acadêmicos, pesquisadores, estudantes e representantes de entidades que atuem no segmento de inovação tecnologia, fomento, empreendedorismo e Tecnologia da Informação & Comunicação na Região Nordeste.

 

A ação é proposta pela Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (Secitec) e tem como objetivo discutir os caminhos para instalação de ambientes de inovação na cidade de João Pessoa, que alie atividade com potencial competitivo e inovador, com a produção de conhecimento científico e técnico especializado, como estratégia de desenvolvimento econômico e social local. Os parques tecnológicos são ambientes de convívio entre empresas inovadoras, laboratórios públicos e privados de pesquisa e desenvolvimento e empresas de serviços de apoio.

 

Um dos palestrantes do Fórum, o diretor-presidente do BHTec e da Rede Mineira de Inovação, Ronaldo Tadêu Pena, afirma que o desenvolvimento econômico de uma região só será sustentável se for baseado na inovação tecnológica. “Essa convivência de mentes inovadoras nas mais diferentes esferas de poder, se transforma em um centro gerador de conhecimentos que facilita a troca de informação entre as pessoas. Essa ‘fertilização cruzada’ está na raiz do sucesso dos parques tecnológicos em seu papel de aceleração dos processos de inovação tecnológica nas empresas”, declarou.

 

Aquecimento da economia – De acordo com Ronaldo Tadêu Pena, além do desenvolvimento tecnológico, a implantação dos parques também propicia crescimento da economia local “O BHTec em dois anos, em 2012, através da criação de 16 empresas que lançaram 27 novos produtos e serviços e pagaram R$ 6,7 milhões em impostos. Em 2013, 13 das 16 empresas lançaram 29 novos produtos e serviços e pagaram R$ 10,6 milhões em impostos”, comemorou.

 

Participação – O Fórum contará com a participação da sociedade civil organizada, representada por cidadãos e instituições públicas e privadas que, presencialmente, irão discutir e formular as necessidade e intenções representativas do segmento de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na macrorregião de João Pessoa.

 

Também já estão confirmadas para o evento as presenças do secretário de Ciência e Tecnologia do Estado de Alagoas, Eduardo Setton; Diretor do Porto Digital de Recife/ PE, Francisco Saboya, da Secretaria de Ciência e Tecnologia de Aparecida de Goiânia (GO), da gerente de Inovação e Tecnologia do Sebrae, Glaucia Zoldan, diretor executivo da Fundação Certi, Leandro Carioni (SC), além de representantes e demais instituições locais, a exemplo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia (IFPB), Sucesu e Abradi.

Redação

Notícias relacionadas

Covid: PMJP aplica 2ª dose da vacina em pessoas com 78 anos ou mais

A Prefeitura de João Pessoa vai concentrar o atendimento na aplicação da dose de reforço da vacina Coronavac/Butantan para pessoas com 78 anos ou mais, neste sábado (17). Serão abertos…

CG: Sine Municipal oferece 58 novas vagas de empregos

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio do SINE Municipal, está oferecendo novas vagas de emprego nesta sexta-feira, 16 de abril. Os interessados devem procurar o órgão por telefone,…