A Paraíba o tempo todo  |

Com chuvas, açude de Coremas já acumula uma recarga de 14 milhões de m³

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Maior reservatório da da Paraíba, o açude de Coremas atingiu a marca de 35.508.876 milhões de metros cúbico, o que corresponde a quase 6,% de sua capacidade. No último sábado,(24) a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA) divulgou em seu site que o Açude de Coremas estava com 31.408.787 milhões de m³ d’água, o que correspondia a 5,31% de sua capacidade, 

 

No começo do mês, o açude recebeu uma recarga dá mais de 8 milhões de metros cúbicos dágua.

 

O secretário de Meio Ambiente, Pesca e Recursos Hídricos de Coremas, José Albertino, informou que faltam apenas 10 centímetros para que o Açude de Coremas chegue aos 3 metros de recarga em 2018. “O volume do açude hoje é de 35.508.876 milhões de metros cúbicos”, disse o secretário.

 

Com capacidade para 1,350 bilhão, de metros cúbicos, o Açude de Coremas chegou a entrar em colapso no final de 2016 e ficou apenas apenas 2,% de sua capacidade, a pior média da história.

 

Com colapso, o açude de Coremas teve uma grande redução na perenização dos rios Piranhas, Piancó e outras cidades, que passaram a receber águas do açude Mãe D'água.

 

Construído pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS,) entre 1937 e 1942 ,Coremas se tornou a maior obra de engenharia brasileira da época e de grande importância econômica para a região.

 

Durante muito tempo Coremas–Mãe dÁgua foi considerada a maior barragem do Brasil, assim permanecendo até 1960, quando foi inaugurada a Barragem de Orós.

 

Devido a sua importância, Coremas recebeu a visita de três presidentes da República: Getúlio Dornelles Vargas em 16 de outubro de 1940, Eurico Gaspar Dutra em 1º de outubro de 1949 e Juscelino Kubitschek em 15 de janeiro de 1957.

  

SL

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe