A Paraíba o tempo todo  |

Com apoio do Governo do Estado, São João na Rede começa nesta sexta e vai percorrer 12 cidades

A terceira edição do São João na Rede será aberta nesta sexta-feira (10), em Mamanguape. O evento organizado pela ONG Balaio Nordeste e Governo da Paraíba, será híbrido este ano, com apresentações presenciais em 12 cidades e transmissão pelo YouTube (Canal da Balaio Nordeste).

O encerramento será com shows na cidade de Coremas, no dia 21 de junho. A escolha das cidades levou em consideração a inexistência de eventos já patrocinados e a disponibilidade de locais para a realização do evento.

O secretário de Estado da Cultura, Damião Ramos Cavalcanti, disse que foi escolhida uma cidade de cada Região de Cultura. “Fizemos assim para contemplar todo o Estado, oferecendo um festival de música regional com artistas paraibanos, e, na maior parte, artistas das próprias cidades”, complementou.

Forró raiz – Serão 60 atrações, entre bandas, trios, orquestra de sanfonas e cantores. Esses artistas têm em comum a musicalidade do chamado forró de raiz, informou Bira Delgado, gerente de Música da Secretaria de Estado da Cultura (SecultPB).

O Governo da Paraíba, por meio da Secult, apoia o evento pelo terceiro ano consecutivo, sendo o principal parceiro.

‘Caminhão do forró’ – Além de ser a primeira vez em que o Festival São João na Rede se realiza com shows presenciais, outra inovação torna o evento singular: todo o equipamento (palco, sistema de iluminação e aparelhagem de som) é montado em um caminhão, especialmente desenhado para se transformar em palco.

No momento em que chega na cidade, no local indicado pela Prefeitura, o veículo deixa de ser caminhão e vira um palco totalmente funcional para os shows.

Essa simbologia de apresentações em caminhão também faz remontar ao passado, quando bandas e trios percorriam o Nordeste, muitas se apresentando sobre palcos improvisados, algumas vezes, sobre caminhões cobertos com lona.

Na versão atual, o romantismo da rota de shows percorrida em caminhão ganha a modernidade da tecnologia de som e iluminação, além de banners e outras peças gráficas que ajudam a identificar o evento. “É uma maneira prática e bem mais barata de fazer um evento nesse formato. A praticidade é muito grande, porque montagem e desmontagem são fáceis e rápidas”, diz a produtora e presidente da Associação Cultural Balaio Nordeste, Joana Alves. “Também há mais proximidade entre os artistas e o público”.

Uma vez na estrada, o caminhão e a equipe de produção só regressam a João Pessoa 12 dias depois. “É um tiro só: começamos a rota em Mamanguape e continuaremos seguindo, até a última apresentação”, diz o produtor Blender Quintella, da Associação Balaio Nordeste.

Artistas e produção se encontrarão nas cidades para acertarem últimos detalhes das apresentações, fazerem os testes de som, contato com a mídia local e, finalmente, os shows, que começarão às 19h.

O início – O Festival São João na Rede nasceu em 2020, primeiro ano na pandemia do coronavírus, como uma ação organizada em todo o Brasil pelo Fórum Nacional de Forró de Raiz, com o objetivo de gerar trabalho e renda para o período junino daquele ano, quando foram suspensos todos os eventos presenciais.

Com mais de 200 artistas de 14 Estados, a primeira edição já era o maior evento on-line de Forró no país. Foram 14 dias de programação com conteúdo produzido por músicos, contadores de histórias, professores de dança e música, mestres da cultura nordestina, poetas e palestrantes, além de documentários e clipes.

Programação 2022

10/6 – 1ª Regional de Cultura – MAMANGUAPE – 19h
1. Orquestra Sanfônica Balaio Nordeste
2. Arivaldo Quirino
3. Diecson (Trio Massafera)
4. Luciano Xote Show
5. Forró Com Três

11/6 – 2ª RC – ALAGOA GRANDE – 19h
1. Abdias do Acordeon
2. Forró Encabulado
3. Xote Jeito Manhoso
4. Dilinho e Banda

12/6 – 12ª RC – MOGEIRO – 19h
1. Orquestra Sanfônica Balaio Nordeste
2. Jessier Quirino
3. Forrozão Demais
4. Forrozão Cem por Cento Nordestino

13/6 – 4ª Regional – PICUÍ – 19h
1. Os Barbosas
2. Luizinho Calixto
3. Trio Forró Pé de Serra
4. Ripa na Chulipa

14/6 – 3ª RC – POCINHOS – 19h
1. Biliu de campina
2. Rivaildo Ribeiro – Expressão Nordestina
3. Joao Calixto – Fole de 8 baixos
4. Forró das Marias
5. Os Anselmos

15/6 – 5ª RC – PRATA – 19h
1. Bella Raiane
2. Forró Prestado
3. Fagundes Silva
4. Chiquinho de Belém
5. Gitana Pimentel

16/6 – 6ª RC – JUNCO DO SERIDÓ – 19h
1. Os Filhos do Forró
2. Forró do Milikim
3. Forró do Trakino
4. Gingado Nordestino

17/6 – 11ª RC – TAPEROÁ – 19h
1. Quentura do Forró
2. Os Três de Taperoá
3. Os Fulanos
4. Swing Nordestino

18/6 – 8ª RC – JERICÓ – 19h
1. Luiz Bento
2. Marcelo Lincoln
3. Antônio Neto Sanfoneiro
4. Ananias do Acordeon

19/6 – 9ª RC – POÇO JOSÉ DE MOURA -19h
1. Chico Amaro
2. Trio Família Freitas
3. Célia Mello e Trio Tome Forró
4. Os Três do Norte

20/6 – 10ª RC – VIEIRÓPOLIS – 19h
1. Janailton Show Forró no Ponto
2. Mania Forrozeira – O cabra bom de Forró
3. Damião Moreno – Forró Caçuá
4. Adilson Medeiros

21/6 – 7ª RC – COREMAS – 19h – ENCERRAMENTO
1. Titico Bento
2. Damião Freitas
3. Laninha Oliveira e Banda
4. Vavá Vaneirão
5. Mestre Marrom

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe