Por pbagora.com.br

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou ontem um novo edital com a lista do registro de todos candidatos que irão disputar as eleições deste ano. Os partidos que formam a Coligação ‘Uma Nova Paraíba’ na majoritária – PSB, PSDB, PPS, DEM, PRP, PTN, PTC, PV e PDT – dividem-se em uma chapa na proporcional com os candidatos a deputado federal e duas para deputado estadual.

Ao todo, as legendas que respresentam as forças de oposição a atual administração do Estado, concorrerão com 27 candidatos a deputado federal e 71 a deputado estadual. No entanto, a lista divulgada pelo TRE ainda não traz o nome de sete andidatos a Câmara Federal que registraram suas candidaturas de forma avulsa. “Estamos aguardando a publicação de um novo edital que irá contemplar o registro das candidaturas avulsas”, explicou o coordenador jurídico Ricardo Sérvulo.

A Coligação “Uma Nova Paraíba” tem o socialista Ricardo Coutinho como candidato a governador e o tucano Rômulo Gouveia como candidato a vice-governador. Cássio Cunha Lima (PSDB) e Efraim Morais (DEM) são os candidatos a senador. Para deputado federal, a coligação optou por um “chapão”, formado pelos candidatos que compõe os nove partidos da aliança. A composição foi nomeada de “Uma Nova Paraíba I” e traz 20 filiados para a disputa das 12 vagas na Câmara Federal.

Já a eleição para a deputado estadual conta com duas chapas das oposições. Uma delas é a “Uma Nova Paraíba II”, formada pelo PSB, PSDB, DEM e PDT, com 51 candidatos. A outra é a “Uma Nova Paraíba III” composta pelos partidos PTN, PPS, PV, PRP e PTC e traz 27 candidatos. As eleições vão eleger 36 deputados estaduais na Paraíba.

Assessoria

 

Notícias relacionadas

Escolas privadas poderão funcionar no sistema híbrido a partir desta segunda

Em novo decreto, Paraíba flexibiliza aulas presenciais para algumas séries O Diário Oficial do Estado (DOE), em edição suplementar, publicou neste sábado (17), o decreto que disciplina as atividades na…

PB: apoio do governo federal foi crucial no último pico da covid, diz secretário

“A oferta do Ministério da Saúde foi essencial” a frase é do secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros sobre a recente iniciativa do referido ministério de encaminhar respiradores e…