A Câmara Municipal de Campina Grande, vai votar na ,próxima sessão três projetos de lei que, de forma complementar, que suspendem a cobrança de empréstimos consignados em folha de pagamento dos servidores municipais, durante o período de 90 dias ou enquanto durar a pandemia.

Para isso, os vereadores realizaram um longo debate sobre as matérias na sessão ordinária remota desta quinta-feira (04). Foram aprovados ainda 20 requerimentos.

Devido a um pedido de vista, por parte do vereador Teles Albuquerque (PSD), a votação teve que ser adiada. Desta forma, os projetos deverão ser votados na primeira sessão ordinária remota da próxima semana.

Os três projetos de lei tratam, de forma geral, da suspensão das cobranças das taxas de empréstimos consignados dos servidores municipais. As matérias são de autoria dos vereadores Josimar Henrique (Republicanos), Marinaldo Cardoso (Republicanos) e Ivonete Ludgério (PSD).

Os projetos foram protocolados recentemente, tendo como diferencial o público abrangente. De forma complementar, as matérias favorecem os servidores municipais ativos, os pensionistas, os aposentados e, por fim, os servidores comissionados.

A aprovação do conteúdo é unânime, mas os vereadores divergiram sobre a necessidade de três projetos voltados para o mesmo fim. O pedido de vista fornecesse tempo suficiente para que os autores possam adequar as matérias em um só projeto e assim ser posto em votação.

“Já temos leis semelhantes em vigor, inclusive no Estado da Paraíba, beneficiando os servidores estaduais, e essa matéria de nível municipal precisa ser votada com urgência, pois vai beneficiar os servidores municipais que se encontram em dificuldade nesse momento de pandemia”, destacou a presidente Ivonete Ludgério.

Na mesma sessão foram aprovados um total de 20 requerimentos..

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nota Cidadã: compras até 31 de julho com CPF concorrem a R$ 60 mil em prêmios

As compras realizadas nos estabelecimentos comerciais do Estado da Paraíba entre 1º e 31 de julho, com o número do CPF inserido na nota fiscal, vão concorrer ao 8º sorteio…

Defesa contesta nova denúncia contra RC: “Faltam elementos que a legitime”

A defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) contestou a nova denúncia contra o socialista oferecida pelo Ministério Público estadual tornando Ricardo, sua esposa Amanda e seu irmão Coriolano, além de…