Por pbagora.com.br

Pela primeira vez na história, a Câmara Municipal de Campina Grande realizou a sessão ordinária remota em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Os vereadores se reuniram a distância, por meio de videoconferência, para debater e aprovar matérias urgentes voltadas para o combate à Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Foram aprovados 33 requerimentos e discutida a regulamentação das sessões on-line da CMCG.

Um total de 21 vereadores participaram da primeira sessão a distância da Casa de Félix Araújo. Apenas dois parlamentares tiveram problemas técnicos e não conseguiram acessar a sala de videoconferência. A sessão foi transmitida ao vivo pelo portal da Câmara de Campina Grande (camaracg.pb.gov.br) e pela página do Facebook da CMCG.

De acordo com a presidente Ivonete Ludgério (PSD), a Câmara campinense ainda não tem data definida para retomar as sessões presenciais. As sessões a distância serão realizadas todas as quartas-feiras até que a situação esteja normalizada.

“Dependendo do volume de matérias para votar e da necessidade do momento, poderemos realizar até duas sessões remotas por semana”, acrescentou Ivonete.

Para a primeira sessão on-line da CMCG foi mobilizada uma equipe de 11 profissionais lotados na Presidência, na Secretaria de Apoio Parlamentar, no setor de Informática e na Divisão de Imprensa e Relações Públicas. Todos trabalharam utilizando equipamentos de segurança para evitar contágio.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

No dia da árvore, Cícero relembra pioneirismo da sua gestão na defesa do meio ambiente em João Pessoa

Na gestão Cícero, João Pessoa chegou a produzir 50 mil mudas/mês. Por mais surpreendente que possa parecer, a cidade de João Pessoa já teve uma produção mensal de 50 mil…

Raíssa ignora orientação do Avante e segue em campanha ao lado de Edilma Freire

Apesar da orientação do Avante para que seus filiados sigam a determinação da legenda de apoiar o nome do ex-senador Cícero Lucena (PP) na disputa pela prefeitura de João Pessoa,…