Por pbagora.com.br

A audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira na Câmara Municipal de Campina Grande para discutir a reabertura da Escola Técnica Estadual de Enfermagem logrou êxito. Segundo opinião do autor da propositura, aprovada por unanimidade, Antonio Pereira (PSB), a constituição de uma Comissão para cobrar do poder público estadual, já é uma enorme conquista em busca dessa realidade.

Estiveram presentes diversas autoridades da área educacional, entre elas a gerente da 3ª Região de Ensino, Socorro Ramalho, a diretora da Escola Técnica Estadual de Campina Grande, Iara Lacerda Pereira, vice-presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba, Glaucia Maria Gomes, coordenadora do Curso de Educação Profissional do Colégio Estadual Elpídio de Almeida (Prata), Maria do Socorro Cordeiro, representando a diretoria Fátima Lucia Cruz, além de estudantes do ensino médio que torcem pela reabertura da instituição.

Socorro ramalho destacou a atitude do vereador Antonio Pereira e a classificou como de suma importância na atual política educacional vigente no País. Ela declarou que manter fechada a Escola Técnica de Enfermagem é ir à contramão da Lei de Diretrizes e Bases (LDB) que está avançando cada vez mais no ensino médio profissionalizante. “Não justifica ter uma Lei e todo um instrumental Federal e Estadual disposto a ajudar e ainda permanecermos com esse estabelecimento fechado”, justificou.

“O vereador Antonio Pereira assim como os demais vereadores da Casa de Félix Araújo que aprovaram esta propositura por unanimidade estão de parabéns. Eles demonstram a preocupação de suma importância na luta pela reabertura da Escola que pode proporcionar a profissionalização para muitos jovens paraibanos do ensino médio”, frisou.

Para Glaucia Maria Gomes a reabertura da Escola Técnica de Enfermagem é um resgate na história e destacou a importância do momento político atual e declarou: “É hora de unirmos forças para obter êxito. O Conselho Regional de Enfermagem (Coren) se disponibiliza desde já para o engajamento nessa luta em prol da reabertura da Escola. A educação possibilita a cada indivíduo a capacidade em evoluir em seu processo produtivo profissionalizante”.

Para a diretora da Escola Técnica de Enfermagem, Iara Lacerda o retorno às atividades na instituição é o reconhecimento da história da educação profissionalizante campinense e desabafou: “Fui diretora de uma escola que existe há 48 anos, ainda no governo de Pedro Gondim, um gestor que tinha uma visão de futuro. Ela faz parte das comemorações do centenário de Campina Grande e imprimiu um padrão de qualidade na vida de muitos jovens daquela época”.

Antonio Pereira finalizou a audiência satisfeito com o resultado que gerou a Comissão Especial para discutir a frente do Poder Público Estadual e cobrar agilidade no processo de reabertura da Escola Técnica de Enfermagem. Ele agradeceu a presença maciça de todos e mais uma vez destacou: “Essa luta não é apenas minha ou dos que aqui se fazem presente, mas é uma luta que deve ser encampada pela nossa sociedade”.

 

Simone Duarte

PB Agora

Notícias relacionadas

Lei de autoria de Wilson Filho estabelece regras para Black Friday na Paraíba

O mês de novembro é marcado no comércio pelas promoções denominadas de Black Friday. Quem aderir à campanha a partir da próxima edição deverá ficar atento às novas regras em…

Covid: PB registra mais de mil novos casos e 24 mortes nas últimas 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta terça-feira (20), 1.072 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 80 (7,46%) são casos de pacientes hospitalizados e 992 (92,53%) são…