Por pbagora.com.br

 No Dia Mundial sem Carro a cidade de João Pessoa amanheceu diferente. A ‘Ciclofaixa de Lazer’ criada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) fez os pessoenses deixarem os veículos em casa e aproveitarem a data na nova área de lazer oferecida todos os domingos na Capital, a partir de deste domingo (22). Centenas de ciclistas trafegaram pela Epitácio Pessoa desde o Busto de Tamandaré, na Praia de Tambaú, até o Parque Solon de Lucena (Lagoa), em um percurso de 13 quilômetros.

 

Anunciado na última quinta-feira pelo prefeito Luciano Cartaxo, a Ciclofaixa só foi possível graças às intervenções já realizadas pela PMJP no principal corredor da cidade. Com o alargamento da Avenida Epitácio Pessoa, que ganhou mais uma faixa em cada lado, a Semob desenvolveu o projeto da Ciclofaixa utilizando a faixa central, próxima aos canteiros. Para garantir a segurança de ciclistas, pedestres e motoristas, 80 monitores trabalham na orientação dos ciclistas com o apoio de mais 60 agentes de mobilidade, durante o trajeto.

 

Durante todo o percurso, famílias inteiras, puderam também se divertir com apresentações de palhaços e de malabarismo. A Ciclofaixa de Lazer além de proporcionar uma melhor qualidade de vida, também levou pais, mães e filhos a curtirem a cidade durante todo o percurso.

 

A ciclofaixa foi separada do restante da via por 2.600 cones, que indicam o percurso que os ciclistas devem obedecer, assim como os veículos que trafegavam na faixa ao lado. A cada semáforo ou cruzamento, os monitores, caracterizados com coletes, ordenam o fluxo com uma bandeira que sinaliza a parada obrigatória à medida que os sinais abrem para os veículos. E assim como é o sentido de circulação dos veículos, também é para os ciclistas.

 

“A circulação continua sendo igual ao dia de semana, só que a faixa do lado esquerdo da via, junto ao canteiro, fica exclusiva para ciclistas, caminhantes, skate, patins. Agora aos domingos, este espaço passa a ser usufruído pela população como espaço de lazer. Os cones são para deixar bem claro de quem é o espaço e em cada cruzamento e semáforo, a gente tem agentes da Semob e monitores para reforçar a sinalização e oferecer mais segurança às pessoas”, afirmou o superintendente da Semob, Nilton Pereira.

 

A assessora Técnica da Semob, Aída Pontes, foi a responsável pelo treinamento com os monitores das Ciclofaixas. “A gente contratou um pessoal para ficar em todos os cruzamentos e o papel deles é orientar os ciclistas para o semáforo e faixa de pedestre. Foi feito um treinamento explicando os pontos, o papel deles e como deveriam se comportar”, explicou.

 

Segundo Nilton Pereira, em apenas um trecho de todo o percurso, na Lagoa, houve alteração no trânsito. “O anel interno ficou completamente fechado para o tráfego, só entra bicicletas, skate, patins. Com isso transformamos a Lagoa a sua condição de Parque. Esta foi a única modificação feita no trânsito: deslocamos o tráfego do anel interno para o externo, mas foi uma modificação mínima, porque dia de domingo, o tráfego é muito pequeno”, declarou.

Aprovação – Quem aprovou a Ciclofaixa foi o cozinheiro José Cabral. Segundo ele, que pedala com a filha de 11 anos, o trajeto sinalizado pela
PMJP agora lhe garante mais tranquilidade para a atividade. “Foi uma ideia muito boa, muito viável. Parabéns à Prefeitura. Eu que já pedalo há algum tempo com minha filha de 11 anos, que também é ciclista, ficava um pouco apreensivo de colocar uma criança para pedalar, porque tem que ter bastante cuidado, mas com este novo espaço ficou maravilhoso. Venho com minha filha e em breve virei com a esposa e os dois menores, gêmeos, que estão com um ano”, declarou.

André Nascimento, do grupo Pedal Jampa, destacou a importância da Ciclofaixa para a Capital. “João Pessoa é a 15ª cidade no mundo onde se concentra mais bicicletas. Então este espaço é um incentivo para as pessoas perderem o medo, saírem do sedentarismo, como crianças, pessoas da terceira idade, e tomarem gosto e passarem a usar bicicletas não só como lazer, mas como meio de transporte’, disse.

Lazer, cultura e cuidado com o meio ambiente – A secretária-adjunta de Meio Ambiente, Wellintânia Freitas dos Anjos, foi uma das pessoas que aproveitou da Ciclofaixa em seu primeiro dia de funcionamento. Ela destacou o benefício ao meio ambiente e disse que o projeto foi pensado para garantir não só a prática esportiva e o lazer, mas também como passeio cultural, já que é possível trafegar por pontos turísticos enquanto pedala.

“Além de proporcionar um momento de lazer que pode ser feito com toda a família, é também uma contribuição que você dá ao meio ambiente. A partir do momento que toda a família vem de bicicleta e deixa seu carro em casa, evita o lançamento de CO2. É bom para a saúde, reúne a família e contribui com o meio ambiente. Este projeto foi muito bem pensado e o trajeto proporciona passar por muitas áreas bonitas da cidade. É mais um atrativo de lazer e cultura”, disse.

 

Secom-JP

Notícias relacionadas

STJ estende a Gilberto Carneiro e mais dois réus da Calvário benefício concecido a RC

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspendeu monocraticamente o recolhimento domiciliar noturno aos fins de semana e nos feriados de três investigados pela operação Calvário. Os…

Liminar obriga governos a garantirem 2ª dose da CoronaVac a paraibanos

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB), por meio da 3ª Vara, localizada em João Pessoa, concedeu liminar ao Ministério Público Federal (MPB) e ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) garantindo…