A Paraíba o tempo todo  |

CG: preço do litro da gasolina aumenta 3,70% em menos de 30 dias

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O preço do litro da gasolina vendido em Campina Grande está 3,70% mais caro neste mês de setembro em relação ao mês anterior (agosto). De acordo com a pesquisa dos combustíveis, divulgada pelo Procon Municipal neste domingo 12, o preço médio do produto passou de R$ 5,765 para R$ 5,978, o que representa um acréscimo de R$ 0,213. O estudo foi realizado na última quinta-feira, 8, em 55 postos de combustíveis do Município.

Além da variação mensal no valor da gasolina, a pesquisa do Procon-CG também apresenta os valores do litro da gasolina aditivada (G.A), etanol (E), diesel comum (D), diesel S-10 (S-10) e do gás natural veicular (GNV) tanto mensal, quanto em comparação com o mês de setembro de 2020. A pesquisa aponta, inclusive, o menor e o maior preço cobrado nos estabelecimentos, bem como a relação dos postos de combustíveis com preços mais atrativos.

Pesquisa mensal – Além da gasolina comum, o preço médio do litro da gasolina aditivada neste mês de setembro passou de R$ 5,883 para R$ 6,078, ou seja, sofreu um aumento de 3,31% em comparação ao mês anterior (agosto). Já o preço médio do litro de etanol baixou de R$ 5,020 para R$ 4,996, ou seja, sofreu uma redução de 0,29%.

O preço médio do litro do diesel comum, segundo o estudo do Procon-CG, passou de R$ 4,417 para R$ 4,497, ou seja, sofreu aumento de 1,80%; enquanto que o preço médio do litro do diesel S-10 passou de R$ 4,534 para R$ 4,625, apresentando um aumento de 2,00%. Com relação ao metro cúbico do gás natural veicular, o valor passou de R$ 4,495 para R$ 4,617, ou seja, sofreu um aumento de 2,73%.

Ainda de acordo com a pesquisa, na variação de preços mensal para cada tipo de combustível, destacou-se que o etanol apresentou uma variação de 8,34% entre os estabelecimentos visitados, chegando aos 40 centavos de diferença entre o menor e o maior preço encontrado. Já a gasolina comum apresentou uma diferença de 16 centavos entre o menor e o maior preço.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      11
      Compartilhe