A Paraíba o tempo todo  |

CG pode perder Instituto Nacional do Semiárido criado porLula em 2004

Campina Grande pode perder Instituto Nacional do Semiárido criado por ex-presidente Lula em 2004

Criado e implantado em Campina Grande em 2004 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o Instituto I Nacional do Semiárido (INSA), pode estar com os dias contados.

O alerta foi feito pelo vereador campinense, dor Olímpio Oliveira (PMDB). Em discurso na Câmara Municipal, Olímpio revelou a sua preocupação com as notícias que surgem, oriundas do governo federal, dando conta da iminente extinção do Instituto com sede em Campina Grande.

A estrutura do Insa poderá ser convertida numa coordenação, assim como a do Instituto da Amazônia e do Instituto do Pantanal.

“É inadmissível que Campina assista passivamente o fechamento de uma estrutura tão importante”, bradou o parlamentar, ao convocar a bancada paraibana no Congresso Nacional a se mobilizar rapidamente.

O INSA foi criado em 2004 pelo Governo Federal como um dos resultados da necessidade estratégica de expandir e consolidar o atual modelo de desenvolvimento nacional com inclusão efetiva das regiões do País. Ao criar o Instituto, o Governo visava concentrar ações exclusivamente na região do Semiárido brasileiro.

A missão do INSA consiste em articular e partilhar a informação e o conhecimento dos diversos atores que convivem no Semiárido brasileiro, considerando a necessidade de propor políticas públicas para a construção de uma região econômica e ambientalmente sustentável, que valorizem suas potencialidades e diversidade.

O INSA tem como função promover, executar e divulgar estudos, pesquisas científicas e de desenvolvimento tecnológico; formar e proporcionar a fixação de capacidades humanas para o Semiárido brasileiro; realizar, propor e fomentar projetos e programas de pesquisa científica, estabelecendo os intercâmbios necessários com instituições regionais, nacionais e internacionais; e subsidiar a formulação de políticas públicas visando ao desenvolvimento econômico-social e difundir o conhecimento relativo ao Semiárido brasileiro.

Ao longo destes quase 10 anos de atuação, o INSA realizou importantes ações para o desenvolvimento sustentável da região, buscando viabilizar soluções interinstitucionais para desafios de articulação, pesquisa, formação, difusão e políticas públicas para o desenvolvimento sustentável da região.

 

 

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe