Por pbagora.com.br

A Defesa Civil Municipal recebeu, nesta quarta-feira, 02, o calendário de setembro, do Programa de Distribuição de Água Potável no Semiárido Brasileiro – Operação Carro-Pipa, que em Campina Grande é coordenado pelo 31º Batalhão de Infantaria Motorizado. Ao todo, a operação distribuirá 1.690.000 litros de água, em 76 localidades da Zona Rural e Assentamentos, beneficiando uma população de 3.078 pessoas. Para atender o abastecimento das 100 cisternas coletivas, são necessários 169 carros-pipa, que percorrem 3.044 quilômetros.

O Governo Federal é o responsável pelo Programa de Distribuição de Água Potável no Semiárido Brasileiro, com o objetivo de realizar o abastecimento de água potável para o consumo humano no Polígono da Seca Nordestino, norte de Minas Gerais e Espírito Santo. As atividades da Operação Carro-Pipa compreendem a distribuição de água potável, preferencialmente por meio de carros-pipa, às populações rurais e urbanas atingidas por estiagem, com prioridade para os municípios que encontram-se em situação de emergência ou estado de calamidade pública. A distribuição foi iniciada nesta terça-feira, 1º de setembro, e se estenderá até o dia 30, com o acompanhamento da Defesa Civil e Vigilância Sanitária de Campina Grande.

A potabilidade da água distribuída é fiscalizada, diariamente, com a participação de representantes do 31º BIMtz, da Defesa Civil Municipal e da Vigilância Sanitária. Também são observados todos os protocolos de higienização de mangueiras e dos veículos.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Ruiter Sansão, continua alertando a população no sentido de denunciar qualquer irregularidade na distribuição. Dúvidas e sugestões devem ser encaminhadas ao setor responsável, por meio do telefone (83) 99645-2330.

PB Agora

Notícias relacionadas

Diretor do Grupo São Braz, José Carlos, morre em decorrência da covid-19

Faleceu nesta sexta-feira (05) por complicações de saúde causadas pela covid-19, o diretor presidente do Grupo São Braz e proprietário das TVs Cabo Branco e Paraíba, José Carlos da Silva…

Desembargador Ricardo Porto decide que cachorro não pode ser autor de ação de indenização

O desembargador José Ricardo Porto manteve a decisão do Juízo da 5ª Vara Cível da Comarca da Capital, que entendeu não ser possível admitir que um cachorro possa figurar em…