Por pbagora.com.br

Devido o aumento da escala do novo coronavírus (Codiv 19), a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), decidiu suspender de vez o transporte público em Campina Grande nos finais de semana. Desde que o prefeito Romero Rodrigues (PSD), baixou um decreto estabelecendo uma série de medidas para conter o coronavírus, a frota passou a operar com 30% de sua capacidade.

Com o surgimento de novos casos da doença na Paraíba, a frota de ônibus na cidade deixará de circular nos sábados e domingos durante o período de quarentena.
De acordo com a Superintendência de Trânsito e Transportes a frota continua 30% reduzida até sexta-feira (3). A decisão é resultado de um acordo entre a prefeitura e os representantes do Sindicato das Empresas de Transportes Públicos.

De acordo com o superintendente da STTP, Félix Neto, a frota continua 30% reduzida até sexta-feira (3) e no sábado (4) deve acontecer uma nova reunião onde será decidido o futuro do transporte público de Campina Grande.
Segundo a STTP, o diálogo começou após as empresas responsáveis pelo transporte público do município alegarem prejuízo econômico e protocolarem um documento junto a STTP, afirmando que suspenderiam a frota a partir desta terça-feira (31).

Apesar dos constantes apelos das autoridades sanitárias para as pessoas ficaram em casa no período de quarentena, muitos idosos tem descumprido as medidas de isolamento social. De acordo com a STTP, muitos idosos tem insistido em andar os ônibus em Campina Grande. Somente um idoso usuário do sistema gratuito de transportes públicos, fez 37 viagens em um mesmo dia.

Apesar de ter havido uma diminuição de pelo menos sete mil idosos circulando nos transportes públicos, de uma semana para outra, o número ainda causa impacto e chama a atenção para a necessidade de os familiares atuarem, de forma mais firme, junto aos idosos.

Em entrevista à Rádio Campina FM, o superintendente Félix Neto disse que o órgão tem feito campanhas de conscientização, mas é necessário a atuação das famílias no sentido de intervir.
– Temos dificuldade de vencer essa guerra. É necessário que o idoso entenda que precisa ficar em casa nesse momento e só vamos ter isso, se tivermos o apoio das famílias. Estamos monitorando tudo e vimos que houve uma queda de nove mil para dois mil idosos, que utilizaram o transporte público de uma semana para outra. Apesar disso, os números são altos – alertou.

Severino Lopes
PB Agora

Notícias relacionadas

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 40 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.372 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (15) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O…

16 de maio: PMCG presta homenagem a garis em data que comemora seu dia

Hoje, 16 de maio, é o Dia do Gari, profissional responsável por manter as ruas, praças, canais, galerias e terrenos baldios, limpos  de todo lixo gerado naturalmente ou por ação…