Por pbagora.com.br

Paralisação: Cerca de 100 mil alunos ficam sem aula na rede particular nesta sexta-feira na PB

Cerca de 100 mil alunos da rede particular de ensino não terão aula nesta sexta-feira, dia 23. A categoria vai discutir o reajuste e outros assuntos ligados à data base da categoria com o sindicato patronal.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Privado da Paraíba (Sinteenp), Avenzoar Arruda, afirmou que existe a possibilidade de uma greve por tempo indeterminado se não houver um acordo.

O presidente do Sindicato das Escolas Particulares da Paraíba (Sinep-PB), Odésio Medeiros, explicou que foi firmado um acordo para que os professores analisem a proposta e contraproposta da convenção. Esta é a segunda das três paralisações que a categoria realiza anualmente.

Todos os encontros estão sendo realizados na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Paraíba, antiga Delegacia Regional do Trabalho (DRT).

“Na última rodada, que aconteceu terça-feira passada, não chegamos a um entendimento. Os donos das escolas ofereceram 3,5% de reajuste; querem alterar nosso direito de férias e algumas conquistas, como a não variação do salário do professor”, comentou Avenzoar Arruda.

Se não houver acordo, um novo encontro será realizado no próximo dia 29. Na rede privada, existem cerca de 700 instituições de ensino e mais de 20 mil servidores.

 

 

O Norte

Notícias relacionadas

Decreto: PMCG volta a suspender aulas presenciais e instala barreiras sanitárias

As novas regras estabelecem horários de funcionamento de setores econômicos e organizações sociais, multas e suspensão de atividades para infratores e reincidentes O Decreto nº 4.556, de 1º de março…

TJPB anuncia suspensão de processos físicos; trabalhos serão mantidos de forma on-line

Nesta segunda-feira (01), o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Saulo Benevides, afirmou durante entrevista ao Programa Arapuan Verdade, que os processos físicos no âmbito do judiciário…