Por pbagora.com.br

Psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares e funcionários de segundo grau. Todas essas categorias da estrutura administrativa do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, têm um problema em comum: não recebem salários há 40 dias. Segundo apurou o PB Agora, todas essas categorias têm a folha de pessoal com base na produtividade paga pelo SUS.

A última vez em que foi depositado o equivalente ao salário dos servidores em suas contas foi no dia 16 de fevereiro deste ano, tendo ocorrido um antecipação, já que a programação de pagamento vinha sendo no último dia útil de cada mês.

A assessoria de imprensa do Hospital de Trauma disse desconhecer o problema e transferiu para o DEpartamento de Recursos Humanos, a responsabilidade de repassar a informação. Por conta do feriado, só na próxima quarta-feira (22) o expediente no setor administrativo será retomado.

De acordo com o presidente da Cooperativa dos Anestesistas, Rnivaldo Barros, os cooperados não se englobam na lista de funcionários com salários atrasados. Ele confirmou, contudo, ja´ter tomado conhecimento informal sobre o problema relativo ao atraso dos servidores de nível médio do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

PB Agora

 

 

 

 

PB Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Moradores de CG só poderão agendar atendimento na Defensoria Pública pelo Chat

O Núcleo Regional de Atendimento da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB) em Campina Grande passou a atender exclusivamente de forma presencial, mas para evitar aglomerações, especialmente entre aqueles que procuram…

200 cidades paraibanas estão com bandeira amarela no Plano Novo Normal

O Governo da Paraíba publicou, neste sábado (23), a 17ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba que passa a vigorar a partir desta segunda-feira (25) (https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/novonormalpb ). O documento aponta que…