Por pbagora.com.br

Aumento indevido: Watteau Rodrigues promete fechar o cerco contra distribuidoras e postos de combustíveis na Capital: “Está muito caro para a realidade local”

O coordenador do Procon de João Pessoa, Watteau Rodrigues declarou em entrevista exclusiva ao PB Agora, que pretende intensificar a fiscalização contra os postos de combustíveis na Capital paraibana, onde segundo ele, o aumento no preço do combustível é algo intolerável.
 

“é inaceitável esse aumento injustificado Fe preços, temos hoje um combustível que está muito caro para a realidade local, o consumidor pessoense não pode pagar esse preço!”, desabafou.
 

Para o dirigente, não existem justificativas internas e externas para o problema:
 

“Não se pode jogar o preço da gasolina para cima, como se jogou agora para R$ 2.59 e posteriormente o alinhamento para R$2.55”, contou.
 

Ele definiu as duas variações exemplificadas como “abomináveis”
 

“Nós não toleramos e estamos fechando o cerco não só na revenda de combustíveis na bomba, como também com a distribuição, onde encontramos cada vez mais fusões e um número menor de distribuidores”, revelou.
 

Por fim, Watteau Rodrigues confidenciou, que pretende intensificar ao longo da semana, sa fiscalizações e que novos postos serão autuados.
 

Henrique Lima

PB Agora

Notícias relacionadas

Abastecimento de água será interrompido nesta quarta-feira, Santa Rita

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informou que o abastecimento de água será interrompido, nesta quarta-feira (14), das 7h às 23h, na cidade de Santa Rita, exceto…

Governo abre 20 novos leitos de UTI nos regionais de Cajazeiras e Pombal

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), ampliou para 181 o número de leitos exclusivos para Covid-19, no Sertão e Alto Sertão da Paraíba.…