A Paraíba o tempo todo  |

Carnaval de Sousa é cancelado devido efeitos da longa estiagem

Em meio a uma crise administrativa, o atual prefeito de Nazarezinho, Salvan Mendes Pedrosa (PSB) declarou ao programa ‘Cidade Notícia’ que não irá realizar neste ano, o tradicional Carnaval da cidade. Segundo ele, não há recursos para a festa e atribui o fato ao desmantelo deixado pelo ex-prefeito Junior Braga.
 

 

 

Salvan afirmou que seu antecessor deixou débitos com fornecedores e funcionários, pois algumas categorias têm salários de novembro, dezembro e o 13º a receber. Além do mais, deixou em atraso a folha de aposentados e pensionistas.
 

 

 

Para não piorar a situação, Salvan revelou que não fez nenhuma contratação de pessoal este ano, com exceção de alguns secretários e médicos. A partir de um recadastramento realizado no começo do ano, o gestor pretende fazer uma redistribuição para que a Prefeitura funcione com os servidores efetivos.
 

 

 

Funcionalismo

O prefeito disse que é exagero a Edilidade contar com 343 funcionários e comparou a Coremas, um município bem maior que trabalha com cerca de 200 servidores efetivos. Salvan frisou que a folha de pessoal de Nazarezinho se aproxima dos R$ 500 mil.
 

 

 

Recentemente um levantamento entregue a nova administração apontou que a folha de pagamento do mês de junho de 2012 chegou a R$ 534 mil, sendo a maior do ano. A menor foi em janeiro alcançando os R$ 373 mil. Já nos meses anteriores ao período eleitoral (julho, agosto e setembro) as despesas ficaram entre R$ 456 mil e R$ 474 mil.
 

 

 

Sucateamento

Outro problema apontado pelo atual gestor é a falta de veículos em funcionamento. Segundo ele, Junior Braga deixou apenas um carro funcionando, pois os demais estão encostados na garagem para passarem por reparos.
 

 

 

Pagamento de janeiro

Salvan disse que apesar desta situação, até o próximo dia 30 a Prefeitura estará efetuando o pagamento de todos os funcionários e se esforçará para pagar a folha rigorosamente em dia até o final do seu mandato.
 

 

 

Outro lado
 

O vereador Francisco Sarmento da Silva, aliado do governo Junior Braga disse que nem tudo são flores no discurso de Salvan Mendes. Chico de Edval como é conhecido, revelou esta semana que Salvan é responsável por ter deixado um débito de R$ 992 mil junto ao Instituto de Previdência ao longo dos seus dois mandatos na Prefeitura de Nazarezinho, o que na opinião do parlamentar comprometeu ainda mais a dívida do município.

Diário do Sertão

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe