Por pbagora.com.br

Nacionalmente conhecido pelo hit “Mama Africa”, o cantor paraibano Chico César, que já exerceu o posto de Secretário de Cultura na gestão Ricardo Coutinho, no Estado da Paraíba, concedeu entrevista essa semana após participar de um show e acabou soltando o verbo quando o assunto é a política, a gestão Bolsonaro e o ministro da justiça, Sérgio Moro.

Primeiro sobre o ex-juiz federal, Sérgio Moro, que por muitos ainda é conhecido como herói nacional, Chico lembrou que da mesma forma que Lula também teve seu tempo de herói, e virou vilão para alguns, Moro também pode repetir a história. César ressaltou que a vida dá voltas e recriminou a conduta do ex-juiz com relação aos processos que tiveram como alvo o ex-presidente petista.

Ouça:

“Eu acho que a vida dá muitas voltas e acho que o herói de hoje pode ser o vilão de amanhã. Como Lula foi o herói de ontem e virou o vilão de ante-ontem. A vida dá voltas. A figura do Moro é bem representativa disso. O vazamento é uma benção, as conversas é que são horríveis. É horrível você pensar que você tem um juiz mancomunado com os promotores para impedir que um cidadão seja candidato à presidência da República para que um outro grupo possa ser.”, disse.

Chico ainda acredita que a própria direita não acreditava que elegeria Bolsonaro e pode também estar arrependida.

“Eu acredito que não era exatamente para ser Bolsonaro, mas poderia ser qualquer um de Centro de Direito para direita. Mas acabou ganhando um da extrema direita. Acho que isso surpreendeu até mesmo a própria direita. Chegou o momento que eu penso, que o PSDB imaginou que mesmo que o Brasil quebrasse, mas se tirasse o PT era melhor para eles. E não foi bom para eles, não foi bom para o Brasil, não foi bom para ninguém”, emendou.

Sobre a nova gestão, César aponta que hoje quem assumiu a ponta da lança foi o quinto escalão da política, um grupo que considera despreparado.

“Você tem um grupo ali de pessoas muito conservadoras, que não entendem bulhufas. O quinto escalão da política brasileira assumiu a ponta de lança, e é curto circuito diário”, desabafou.

Nesse fim de semana Chico César fechou o festival Forró da Lua Cheia, em Altinópolis (SP), Na ocasião ele também fez alusão à campanha “Lula Livre”. “Daqui a 6 meses vai ter a campanha ‘Moro Livre’”, disse aos risos durante a apresentação.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chefe de gabinete de prefeitura da PB morre em grave acidente no RN

Um grave acidente automobilístico ocorrido na noite dessa sexta-feira, causou a morte do jornalista e chefe de gabinete da prefeitura de Várzea, na Paraíba, Márcio Nóbrega. De acordo com as…

Apesar da pressão de RC, PSB Nacional rejeita aliança com PT em JP

A decisão do PT nacional de intervir na eleição à Prefeitura de João Pessoa e determinar ontem a retirada da candidatura do petista Anísio Maia para apoiar o ex-governador Ricardo…