Clima típico do Sertão no Agreste da Borborema. Os dias tem sido quentes em Campina Grande. O sol causticante e as elevadas temperaturas, tem deixado os campinenses atordoados. A cidade registrou na semana passada o dia mais quente nos últimos 56 anos.
De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), os termômetros marcaram 35,3ºC em alguns pontos da cidade. Já a sensação térmica alcançou de 40ºC.

De acordo com a meteorologista, Marle Bandeira, a sensação pode variar de acordo com o lugar em que a pessoa esteja. No Centro, por exemplo, ela vai ser mais forte por causa do asfalto dos prédios altos. São as chamadas ilhas de calor”, pontuou Marle.
Conforme a meteorologista, a temperatura subiu na cidade por causa da falta de nuvens e dos ventos fracos.
Segundo a meteorologista, o calor permanecerá em Campina Grande até o fim do verão.
As temperaturas devem baixar de forma gradativa no início do outono de 2020, que deve começar no dia 20 de março.

Em 2018 dia mais quente do ano em Campina Grande foi 20 de outubro quando os termômetros registraram uma temperatura de 32,9°.

A meteorologista da AESA lembra que ainda estamos na Primavera, e os dias estão bastante quentes devido à redução de nebulosidade. Praticamente não choveu na região nos últimos dias; a nebulosidade foi bastante reduzida e a ausência de nuvens, contribuíram para o aumento na temperatura.

Severino Lopes
PB Agora

Total
6
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

JP: suspensa tramitação de projeto que altera a lei das Emendas Impositivas

O juiz Onaldo Rocha de Queiroga aceitou o pedido do vereador Bruno Farias (Cidadania) e suspendeu a tramitação da Proposta de Emenda à Lei Orgânica que altera a lei das…

Vigilante é baleado na cabeça após ser confundido com bandido em CG

Na manhã deste sábado (14), um vigilante de 27 anos, morreu no Hospital de Trauma de Campina Grande após uma ação da Polícia Militar na Rua 15 de Novembro, no…