Por pbagora.com.br

 As quatro Câmaras Cíveis e Criminais, órgão fracionário do Tribunal de Justiça da Paraíba, vão julgar durante sessões a serem realizadas a partir da manhã desta terça-feira(11) um total de 393 processos.

A 1ª Câmara Cível apreciará 100, enquanto que a 2ª julgará 139 processos. Na pauta de julgamento da 3ª Câmara Cível estão 115 processos, a maioria apelações, seguido de agravos e embargos. A Câmara Criminal apreciará 39.

As sessões têm início a partir das 9h, no 1º Andar do Anexo Administrativo “Desembargador Archimedes Souto Maior”, Centro de João Pessoa.

Já a Câmara Criminal vai apreciar e julgar 39 processos, sendo 32 da pauta ordinária e 7 da Pauta Suplementar, podendo aumentar este número. Entre os processos está uma Apelação Criminal impetrada em favor da ex-prefeita da cidade de Marizópoles, Alexciana Vieira Braga.

A apelante foi condenada a 9 anos de reclusão, em 2013, em regime fechado, pela prática de vários crimes de responsabilidade. A Justiça ainda decretou a inabilidade da ex-prefeita por um prazo de 5 anos para o exercício da função pública.

Pleno – Na pauta da Sessão Ordinária do Tribunal Pleno da próxima quarta-feira(12), constam 48 processos. Entre os feitos, estão 11 Revisões Criminais, duas Ações Ordinárias, três Ações Direta de Inconstitucionalidade, dois Embargos de Declarações Opostos a Decisão Proferida nos Autos.

Além desses, constam ainda na pauta uma Queixa-Crime, uma Medida Cautelar, 17 Mandados de Segurança e 1 Incidente de Uniformização de Jurisprudência, além de 1 Agravo Interno nos Autos do Pedido de Suspensão de Liminar.

 

Ascom

Notícias relacionadas

Família Carneiro passa a comandar dois partidos na Paraíba: PRTB e PROS

O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) na Paraíba, passou por mudanças nesta terça-feira (20). De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral, a presidência do partido no estado, que…

Prato Cheio: pessoas em situação de rua agradecem por refeições diárias em CG

A alimentação é uma necessidade básica do ser humano. Por isso, o projeto emergencial Prato Cheio, executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano…