A Câmara Municipal de Santa Rita, durante sessão ordinária realizada nesta terça-feira (12), aprovou matéria de extrema relevância para o ensino público municipal. Pais de filhos em idade escolar comemoraram a decisão dos vereadores do município que aprovaram projeto de lei que proíbe o ensino da ideologia de gênero nas escolas das redes pública e privada da cidade.

O projeto é do vereador Carlos Pereira Junior (PSB) e foi aprovado com 18 votos a favor e uma abstenção. De acordo com o texto, o projeto proíbe também exposições públicas de caráter didático ou pedagógico, além da distribuição de material com “conteúdo impróprio”. O material distribuído aos alunos, seja didático, paradidático ou cartilha, não pode ter conotação intencionalmente e erótica, obscena ou pornográfica, “que possam conduzir a concepções ideológicas condizentes a gêneros e orientação sexual”.

Em caso de descumprimento, segundo a lei, será aplicada multa de 20 unidades fiscais do município (UFM), além de suspensão do alvará de funcionamento para escolas da rede privada. Na rede pública, a escola será notificada para encerrar a conduta.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Amigos, familiares, políticos e intelectuais se despedem de Marcus Odilon

Às 9h desta terça-feira, 25, amigos e familiares se despediram do ex-prefeito e ex-deputado Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, em Santa Rita, no cemitério São José de Aramateia, no bairro Tibiri…

Vídeo: açude sangra em Cajazeiras e Inmet emite alerta para mais chuvas no Sertão

A madrugada desta segunda-feira (24) foi de fortes chuvas no Sertão paraibano, o que fez com que o Açude Grande, na cidade de Cajazeiras, no Alto Sertão, sangrasse. O Instituto…