O deputado federal Efraim Filho (DEM) evitou polemizar, durante entrevista essa semana, a delação da ex-secretária Livânia Farias, no âmbito da Operação Calvário, e defendeu não apenas o direito da defesa dos citados, como também a prevalência da verdade.

Segundo Efraim, não há como fazer nenhum juízo de valor pois não se tem conhecimento, ainda, da versão da defesa.

“Acabou agora, encerrada a fase do inquérito, própria da investigação, esta trouxe elementos robustos e agora inicia a parte da defesa. Será dada oportunidade àqueles que foram citados, como tendo cometido algum tipo de infração, que possam oferecer alguma resposta, aí nós teremos a versão de quem acusa, no caso o MP, e a versão de quem vai se defender, a partir daí a gente espera que prevaleça a verdade, com a transparência dos fatos e das provas”, ressaltou.

Sobre a manutenção da aliança com o PSB para as eleições 2020, Efraim Filho deixou claro que, pelo menos em João Pessoa, o partido caminhará sem pedir licença a ninguém, com nomes e com candidatura própria.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia apreende mais de 45 kg de drogas no fim de semana na Paraíba

A Polícia Militar evitou que mais de 45 kg de drogas fossem comercializadas nesse fim de semana, com apreensões realizadas nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Santa Rita.…

Cuité: oposição trava suplementação e cidade começa a sofrer

Um fato inédito e até curioso vem sendo registrado em Cuité, cidade do Curimataú da Paraíba, atraindo a atenção da mídia regional e estadual nas últimas semanas. Acontece que há…