O deputado federal Efraim Filho (DEM) evitou polemizar, durante entrevista essa semana, a delação da ex-secretária Livânia Farias, no âmbito da Operação Calvário, e defendeu não apenas o direito da defesa dos citados, como também a prevalência da verdade.

Segundo Efraim, não há como fazer nenhum juízo de valor pois não se tem conhecimento, ainda, da versão da defesa.

“Acabou agora, encerrada a fase do inquérito, própria da investigação, esta trouxe elementos robustos e agora inicia a parte da defesa. Será dada oportunidade àqueles que foram citados, como tendo cometido algum tipo de infração, que possam oferecer alguma resposta, aí nós teremos a versão de quem acusa, no caso o MP, e a versão de quem vai se defender, a partir daí a gente espera que prevaleça a verdade, com a transparência dos fatos e das provas”, ressaltou.

Sobre a manutenção da aliança com o PSB para as eleições 2020, Efraim Filho deixou claro que, pelo menos em João Pessoa, o partido caminhará sem pedir licença a ninguém, com nomes e com candidatura própria.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: em rejeição, Adelson, Manoel Jr e Lucas Romão aparecem empatados

O vice-prefeito Manoel Júnior (SD) e o secretário Lucas Romão, favoritos na disputa pela prefeitura de Pedras de Fogo figuram também entre os candidatos com o maior número de rejeição…

Audiência vai discutir ameaças à liberdade de cátedra na Paraíba, na 3ª

Os Ministérios Públicos da Paraíba e Federal, as Defensorias Públicas do Estado e da União e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PB) vão promover, na próxima terça-feira (10), uma…