O relatório de atendimentos do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, referente ao período de 1º a 31 de março, constata que o número de atendimentos na urgência e emergência da unidade de vítimas de acidentes de trânsito diminuiu consideravelmente no mês passado. Em março, foram registrados 266 atendimentos de vítimas de acidente de trânsito, número inferior ao do mês de fevereiro, que, mesmo com dois dias a menos no calendário, contabilizou 342 ocorrências. Essa redução coincide com a adoção das medidas de isolamento social adotadas na Paraíba em função da pandemia do Covid-19.

Outro dado relevante é que, embora tenha havido redução dos acidentes, o número de ocorrências na urgência envolvendo motociclistas se manteve alto. Dos 266 pacientes atendidos, 233 estavam em motos. Os demais casos foram de vítimas de acidentes com bicicletas (19), seguidos de automóveis (07), atropelamentos (06) e ainda uma ocorrência com veículo de tração animal. Outro relatório emitido na manhã desta segunda-feira (06), referente ao período de 31 a 05 de abril, já contabilizava mais 49 atendimentos de vítimas de acidentes, dos quais 42 envolveram motos, cinco foram com automóveis, um com bicicleta e um atropelamento.

A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, confirma que a redução do número de atendimentos coincide com as medidas de restrição e isolamento social por causa da pandemia. “Era natural que com menos pessoas circulando houvesse essa redução, tanto que, se formos comparar os dados da primeira quinzena com a segunda metade do mês de março, a gente já percebe essa redução claramente”, disse Liliane. Do dia 01 a 15/03, foram registrados 156 atendimentos de vítimas de acidentes e na segunda quinzena esse quantitativo baixou para 110.

O relatório de gestão da unidade no tocante a atendimentos às vítimas de violência, durante o mês de março, registra que foram atendidas 42 pessoas no total, sendo 17 por agressões físicas, 16 pacientes com ferimentos por arma branca e outros nove feridos por armas de fogo.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito interino de Bayeux aguarda recurso para pagar servidores

A pouco mais de seis dias no cargo de prefeito interino de Bayeux, Jefferson Kita, declarou que o município vive atualmente o seu pior momento e tem buscado dialogar com…

Na PB: divergência sobre competência deve fazer Governo vetar lei que prevê descontos nas mensalidades

A aparente falta de competência no âmbito do Direito Civil deverá fazer com que o Governo da Paraíba vete a lei, aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que prevê…