A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) intensifica as fiscalizações no combate a fraudes e desperdícios, com ações em todo o Estado. Na primeira semana de vistorias, uma operação efetuada pela equipe da Cagepa na Gerência Regional das Espinharas, em parceria com o destacamento da Polícia Militar de Catingueira, flagrou um desvio de água da adutora que abastece a cidade, que estava sendo usado para uso doméstico e de animais, na zona rural.

O flagrante ocorreu no sítio Torrões, município de Catingueira. De acordo com o subgerente de Operações da Cagepa, Marivaldo Cavalcante, a companhia já vinha recebendo muitas reclamações dos moradores da região, por falta d’água constante. “Além de cometer um crime, quem furta água prejudica toda a comunidade, porque pode diminuir a oferta de água dos usuários que pagam suas contas e também impacta no valor da tarifa. Por isso, é preciso que as pessoas denunciem quando perceberem alguma fraude”, explicou Marivaldo.

Segundo o coordenador da Agência Local da Cagepa em Catingueira, Jucelino Campos de Assis, há a suspeita de que ainda existem outras pessoas na zona rural que praticam este tipo de crime, mas em horários que dificultam o flagrante. “Acreditamos que alguns estão usando a madrugada para cometer o ilícito, mas estaremos atentos para registrar o flagrante”, disse o coordenador.

Instalar bomba na rede é crime. Essa iniciativa provoca o desequilíbrio do sistema de abastecimento, provocando falta de água nos bairros. Quem perceber bombas instaladas na rede de abastecimento deve denunciar imediatamente o fato à polícia ou a própria Cagepa, por meio do teleatendimento 115. A ligação é gratuita e pode ser feita de telefone celular.

 

Redação com Secom/PB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pré-candidato à PMJP, Eduardo Carneiro quer mais diálogo com Cartaxo

Preste a retornar aos trabalhos na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) também terá como foco em 2020 sua possível candidatura Prefeitura Municipal de João Pessoa. Desta forma,…

Câmara Municipal de Bayeux vota contra cassação do prefeito Berg Lima, na PB

Em uma sessão que durou mais de treze horas e só terminou na madrugada, a Câmara Municipal de Bayeux, na Grande João Pessoa, decidiu pelo não cassação do prefeito Berg…