Uma cadela que seguiu o dono com câncer até o Hospital Napoleão Laureano – que é referência no tratamento da doença em João Pessoa – e aguardou o tratamento na frente da unidade foi diagnosticada também com câncer. Vivi perdeu o dono no ano passado devido à doença e foi adotada por uma voluntária do hospital.

A cadela Vivi acompanhou o antigo dono durante o tratamento de um câncer na porta do hospital, por não poder entrar na unidade. O homem acabou morrendo e o animal continuou por dias na frente do hospital, até ser adotada por Lurdinha Silva, a palhaça Bom Te Ver, que há 16 anos faz acompanhamento psicológico e emocional voluntário com os pacientes.

Vivi foi levada ao veterinário e diagnosticada com um câncer, já espalhado em diversos órgãos. Vivi já está fazendo quimioterapia mas, de acordo com o veterinário Everaldo Zacarias, o estado da doença é avançado, com poucas chances de recuperação.

Lurdinha agora busca ajuda para realizar a quimioterapia de Vivi em uma clínica veterinária de João Pessoa. Ela disponibilizou o número (83) 98811-0164 para quem quiser ajudar.

Redação com G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

STF derruba benefício e ex-governadores da Paraíba perdem o direito a pensão

O Supremo Tribunal Federal (STF) comunicou nesta quarta-feira (27) à Assembleia Legislativa o trânsito em julgado da ação movida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que pedia que fosse…

Usina Energisa indica produções paraibanas para conferir na internet

A Paraíba é um grande celeiro cultural, repleto de profissionais talentosos. Por isso, mesmo com as atividades pausadas temporariamente, a Usina Energisa incentiva o consumo da cultura local sugerindo materiais…