Por pbagora.com.br

Conselho Tutelar flagra homem tentando abusar sexualmente de deficiente físico e mental em Caiçara

Um homem em Caiçara está sendo procurado pela polícia acusado de abusar de um adolescente com deficiência física e mental. Severino Salustiano de Almeida, de 57 anos, conhecido por “Nilton”, foi flagrado pelo Conselho Tutelar da cidade, quando tentava fazer sexo anal com o garoto, na tarde de quarta-feira (29).

De acordo com o promotor de Justiça Romualdo Tadeu Dias, que responde interinamento pela Promotoria de Caiçara, o caso foi comunicado a ele pelos conselheiros tutelares. Imediatamente, o promotor solicitou à Justiça a prisão do acusado e na manhã desta quinta-feira entregou o mandado de prisão ao delegado da cidade para efetuar a prisão do acusado. No entanto, constatou-se que Severino Salustiano havia fugido.

“Fui procurado pelos conselheiros tutelares que relataram que o adolescente de 15 anos de idade, deficiente mental, teria entrado na casa de Severino e pedido alguma coisa. Mas o dono da casa disse que só daria se o rapaz fizesse sexo oral e anal com ele. Como o jovem se recusou, ele pegou o rapaz a força tirando-lhe a roupa e também se despindo. Uma vizinha que havia presenciado o menor entrar na casa do Severino Salustiano informou ao Conselho Tutelar. E quando os conselheiros foram a casa, flagraram a situação”, relatou o promotor de Justiça.

As informações na cidade de Caiçara é que Severino Salustiano de Almeida mora no município há cinco anos e ele é natural do Rio de Janeiro.
 

 

Redação

Notícias relacionadas

UFPB divulga lista de convocados do SiSU 1º 2021

A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) divulgou, neste sábado (17), a lista de convocados do Sistema de Seleção Unificada – SiSU 1º 2021, com os…

Paraíba ultrapassa 280 mil casos de covid-19; 24 pessoas morreram nas últimas 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste domingo (18), 893 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 39 (4,36%) são casos de pacientes hospitalizados e 854 (95,64%) são…