Reviravolta na Câmara de João Pessoa. O vereador Bruno Farias, do PPS, que é líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, decidiu entregar a vice-presidência da Casa e alegou interferência da prefeitura de João Pessoa na Comissão.

Atualmente a CCJ tem como presidente o vereador Milanez Neto (PTB) que, por sua vez, também é o líder do Governo na Câmara.

Segundo Bruno Farias, na reunião de ontem da Comissão, o vereador Léo Bezerra (PSB), pediu vistas do pedido de remanejamento de R$ 80 milhões solicitado pela Prefeitura, que não constava na pauta de votação, e foi incluída pelo presidente de última hora. O pedido de vistas foi negado e o remanejamento aprovado. A oposição classificou de tratoramento a atitude de Milanez e denuncia o conflito de interesse pelo fato de o parlamentar ser líder do governo e presidente da CCJ.

“Temos uma situação onde a mesma pessoa é o treinador, o bandeirinha, cobra o escanteio e faz o gol. Na justiça, temos o juiz e o promotor, aqui, temos os dois numa só pessoa”, exemplificou o vereador Bruno Farias, para em seguida afirmar: “Temos interferência do Executivo sim”.

Já o vereador Léo Bezerra denunciou a falta de planejamento da prefeitura que já fez vários pedidos de remanejamento e que inclusive só vai pagar o 13º salário dos servidores, graças a esse remanejamento, “por isso, o tratatoramento para aprovar de forma urgente”.



PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mamaço discute empoderamento feminino e a importância da amamentação

Empoderamento da mulher que amamenta foi o tema principal do Mamaço, evento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Banco de Leite Anita Cabral, que teve…

Homem é morto a tiros enquanto seguia para banheiro de bar, na Grande JP

O distrito de Bebelândia, na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, voltou a ser palco de mais um assassinato. Dessa vez o crime aconteceu na madrugada deste…