Reviravolta na Câmara de João Pessoa. O vereador Bruno Farias, do PPS, que é líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, decidiu entregar a vice-presidência da Casa e alegou interferência da prefeitura de João Pessoa na Comissão.

Atualmente a CCJ tem como presidente o vereador Milanez Neto (PTB) que, por sua vez, também é o líder do Governo na Câmara.

Segundo Bruno Farias, na reunião de ontem da Comissão, o vereador Léo Bezerra (PSB), pediu vistas do pedido de remanejamento de R$ 80 milhões solicitado pela Prefeitura, que não constava na pauta de votação, e foi incluída pelo presidente de última hora. O pedido de vistas foi negado e o remanejamento aprovado. A oposição classificou de tratoramento a atitude de Milanez e denuncia o conflito de interesse pelo fato de o parlamentar ser líder do governo e presidente da CCJ.

“Temos uma situação onde a mesma pessoa é o treinador, o bandeirinha, cobra o escanteio e faz o gol. Na justiça, temos o juiz e o promotor, aqui, temos os dois numa só pessoa”, exemplificou o vereador Bruno Farias, para em seguida afirmar: “Temos interferência do Executivo sim”.

Já o vereador Léo Bezerra denunciou a falta de planejamento da prefeitura que já fez vários pedidos de remanejamento e que inclusive só vai pagar o 13º salário dos servidores, graças a esse remanejamento, “por isso, o tratatoramento para aprovar de forma urgente”.



PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Rota Cultural Raízes do Brejo movimenta Serra da Raiz no próximo fim de semana

Serra da Raiz, distante 120 km de João Pessoa, promove neste fim de semana a quinta etapa da Rota Cultural Raízes do Brejo, que envolve nove municípios da região. A…

“Nós vamos estar prontos caso isso ocorra” diz João sobre óleo nas praias

Após reunião técnica para debater a questão do óleo que está castigando o litoral nordestino, mas que ainda não chegou à Paraíba, o governador João Azevêdo (PSB) detalhou no início…