“Poderíamos aproveitar essa pandemia para unificar as eleições”. A defesa é do deputado estadual Cabo Gilberto (PSL), que acredita que esse momento em que o país todo sofre com o novo coronavírus poderia ser aproveitado para mudanças na legislação eleitoral. Segundo ele, ‘Ninguém aguenta mais eleições a cada dois anos’.

A prorrogação dos atuais mandatos dos prefeitos e vereadores para 2022, quando acontece a escolha dos novos deputados, senadores, governadores e presidente seria inédita no país e geraria uma economia enorme aos cofres públicos, que não mais necessitaria gastar com eleições a cada dois anos, mas sim de quatro em quatro anos.

“Ninguém aguenta mais eleições a cada dois anos, então podíamos aproveitar essa pandemia para unificar as eleições”, destacou. As declarações do parlamentar repercutiram no programa Arapuan FM, nesta segunda-feira.

Na semana passada, em entrevista sobre o mesmo tema, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), considerou precoce a discussão e acredita que o pleito não deve ser unificado agora.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo anuncia plano de retomada da economia e prorroga isolamento

governador João Azevêdo e prefeitos da Grande João Pessoa assinaram, neste sábado (30), o decreto nº 40.289, que institui o isolamento social rígido na Capital paraibana e nos municípios de…

MP e PMJP monitoram abertura de agências da Caixa, neste sábado

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon) e a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) realizam, neste sábado (30/05), uma ação em agências…