Por pbagora.com.br

A segunda etapa do Programa de Redução da Pobreza Rural, executado pelo Governo do Estado, através do Projeto Cooperar, envolverá recursos da ordem de US$ 20,9 milhões, que serão investidos em cerca 800 subprojetos produtivos e de infraestrutura, beneficiando cerca de 40 mil famílias. A informação foi repassada ao governador José Maranhão pelo novo gerente geral de Projetos para o Nordeste do Banco Mundial, Edward Bresnyan, em audiência que também contou com a presença do consultor da instituição, Raimundo Nonato Caminha. O encontro aconteceu no Palácio da Redenção.

Edward Bresnyan disse que a visita à Paraíba foi para conhecer o governador José Maranhão e se apresentar como novo gerente para o Nordeste dos projetos do Banco Mundial. Ele adiantou que estão previstos financiamentos de projetos na área de leite, flores, artesanato, mel, entre outros. E as famílias beneficiadas também farão parceria com supermercados para comercialização dos seus produtos. Os subprojetos menores receberão financiamentos de US$ 90 mil a US$ 100 mil dólares.

O prazo máximo para aplicação dos recursos do Banco Mundial é de quatro anos. No entanto, segundo o gestor do projeto Cooperar, Plácido Pires, é pretensão do governador José Maranhão desenvolver essa segunda etapa do Programa de Redução da Pobreza Rural até o final do próximo ano. O financiamento da segunda etapa do programa foi aprovada pelo Banco Mundial em outubro do ano passado, e resta agora o Congresso Nacional aprovar o empréstimo (cerca de 60 dias) para, em seguida, ser assinado o convênio com o Governo do Estado

A Paraíba é o primeiro Estado do Nordeste que recebe a visita do novo gerente do Banco Mundial. Nesta quarta-feira, além da audiência com o governador José Maranhão, os representantes da instituição se reuniram com técnicos e gerentes do Litoral para conhecer os projetos os quais cada um tem acompanhando.

Nesta quinta e sexta-feira, Edward Bresnyan e Raimundo Caminha seguem com Plácido Pires para o Sertão da Paraíba, onde verão in loco os projetos do Cooperar. A comitiva visitará os municípios de Monteiro e Patos. Nesse último, Plácido Pires fará uma reunião com técnicos e gerentes regionais, a exemplo do encontro realizado em Cabedelo, para traçar novas metas.

Com assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais de 100 anos antes da Covid-19, PB enfrentava a Gripe Espanhola

A Paraíba, assim como o Brasil e o mundo, vive um momento tenso, com a pandemia do novo coronavírus. A doença já matou mais de 100 mil brasileiros, e ceifou…

Cobras de cinco espécies diferentes são resgatadas no litoral da Paraíba

O Batalhão de Polícia Ambiental começou a semana com o resgate de seis cobras de cinco espécies diferentes, nessa segunda-feira (10), nas cidades de João Pessoa e do Conde, no…