Por pbagora.com.br

O deputado estadual Felipe Leitão, do DEM, admitiu durante entrevista essa semana que pode aproveitar a janela partidária, que se inicia em março desse ano, e migrar para uma nova legenda, logo após os festejos carnavalescos. O objetivo da mudança seria disputar a prefeitura de Cabedelo e concorrer em pé de igualdade com o atual prefeito Vitor Hugo que também é filiado ao DEM

O partido que poderá abrigar o parlamentar já tem nome. O escolhido é o Avante, que na Paraíba é comandado pelo deputado estadual Genival Matias.

Leitão disse que tem sido procurado e incentivado por amigos cabedelenses, familiares e lideranças locais para encarar o desafio e logo após os festejos do momo vai conceder uma entrevista para anunciar sua decisão.

“Lideranças têm nos procurado, têm nos pedido insistentemente pela nossa candidatura. Aí eu confesso que eu estou analisando com meus familiares e amigos cabedelenses para poder fazer um juízo de valor e tomar uma decisão de candidatura ou não muito em breve. Eu acho que não passa do Carnaval agora, a gente já se decide se é candidato ou não. Após o carnaval eu anunciou se lançarei ou não a minha candidatura. Se eu for candidato não serei pelo DEM. Se eu for candidato eu terei obrigatoriamente que mudar de sigla partidária, e o Avante é o caminho, sem dúvidas. Tenho uma simpatia muito grande pela legenda, tenho amigos no campo pessoal filiados ao partido e até mesmo a ideologia partidária se afina muito com a nossa. É uma das alternativas, mas ainda não é certeza”, explicou.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Campina Grande disponibiliza 20 leitos para pacientes de Manaus

Prefeito ressalta caráter humanitário da iniciativa e garante vagas nas enfermarias do Complexo Pedro I e do Hospital Universitário O prefeito Bruno Cunha Lima anunciou, na manhã desta sexta-feira, 15,…

Banhistas devem evitar sete trechos do litoral da PB neste final de semana

Banhistas paraibanos ou visitantes interessados em frequentar o litoral da Paraíba neste final de semana devem evitar sete trechos de praias, segundo a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema).…