A Paraíba o tempo todo  |

Auxílio emergencial indevido na PB: mais de R$ 10 milhões voltam aos cofres públicos

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Mais de R$ 10 milhões foram devolvidos aos cofres públicos por pagamento indevido aos cofres públicos do estado no ano de 2020. A informação foi dada pelo superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) na Paraíba, Severino Queiroz, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta segunda-feira (14).

Estima-se que, em todo o Brasil, quase R$ 55 bilhões já foram gastos em pagamentos indevidos do auxílio emergencial.

Segundo Queiroz, a parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para investigar fraudes no auxílio emergencial foi responsável por garantir a devolução na Paraíba.

Queiroz explicou que a CGU agiu de forma preventiva este ano, com base na experiência já adquirida no ano passado.

”Em relação a empresários, donos de veículos de luxo e embarcações a gente reutilizou o mesmo bloqueio do ano passado para que não tenhamos nenhum ‘figurão’ recebendo o auxílio. ”A Parceria com o Tribunal de contas do Estado foi muito importante, tanto que até agora não tivemos nenhum pagamento indevido identificado em relação a servidores públicos no estado”, explicou.

 

Redação

 

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe