Por pbagora.com.br

Nove associações de táxi foram denunciadas à Promotoria de Defesa dos Direitos do Cidadão de João Pessoa. Elas são acusadas de cobrarem de taxistas os descontos concedidos aos passageiros que utilizam o serviço agendado por telefone. Para apurar a reclamação e resolver o problema, o Promotor de Justiça Valberto Lira já agendou uma audiência pública com os representantes das empresas de táxi e com o Sindicato dos Taxistas de João Pessoa para esta quinta-feira (16), às 15h, na sede da Promotoria, no Centro da Capital.

Segundo Valberto Lira, as reclamações foram feitas por vários taxistas e pelo próprio sindicato da categoria contra as Associações Disk Taxi, Tambaú de Rádio Táxi, Teletáxi de João Pessoa, Cooperativa de Táxi, Ligue Taxi, Oi Táxi Viagem, Parahiba Táxi e Turismo, Radio Táxi e Servi Táxi. “As empresas que atendem os pedidos através de telefone comunicam aos usuários que é concedido um desconto. Acontece que as empresas estão, como diz o adágio popular, ‘atirando com a pólvora alheia’, pois o desconto anunciado quem concede não são as empresas – diminuindo logicamente de seu faturamento – e sim os taxistas”, explicou o Promotor.

De acordo com Valberto Lira, os taxistas não são contrários aos descontos concedidos aos clientes. “O que eles querem é que sejam as empresas as responsáveis pelo desconto e não eles. Na audiência deverá ser explicado às empresas que elas não podem conceder desconto para os taxistas pagarem. Os descontos devem recair nos faturamentos das empresas. Se isso não acontecer, as associações de táxi deverão ser acionadas judicialmente”, avisou.
 

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise – Nena Martins recorre às parcerias para efetivar projetos pela mulher

Transformar a pasta num verdadeiro instrumento de apoio, sobretudo, da mulher da camada mais carente, com o aperfeiçoamento das políticas públicas, além de inclusão de outras mais atuais e eficazes.…

Parque Tecnológico: jornalista parabeniza João Azevêdo, mas critica modelo de gestão apresentado por secretário

O jornalista Walter Santos, na tarde desta sexta-feira (15) criticou o modelo de gestão aprsentado pelo secretário de Estado da Educação, Cláudio Furtado. Em publicação feita no site WSCOM, Walter…