Após vídeo feito por moradora de Campina Grande mostrando a movimentação e, mais que isso, o descumprimento da quarentena na Feira da Prata, o prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues garantiu que adotará medidas de intervenção e disciplinamentos nos mercados públicos e feiras.

No vídeo, a moradora ressalta a aglomeração no comércio local, além de caminharem sem proteção (luvas e máscaras) e, em alguns casos, de mãos dadas.

Veja vídeo:

O prefeito da Rainha da Borborema, através de vídeo-conferência, reuniu o comitê de crise e garantiu adotar medidas duras. “É preciso agir, às vezes de forma rígida, para forçar uma postura mais alerta da população”, disse.

Confira comunicado na íntegra divulgado pela PMCG

Romero decide adotar medidas de intervenção e disciplinamento nos mercados públicos e feiras

Após reunião por vídeo-conferência com integrantes do Comitê de Crise, na manhã deste domingo, 22, o prefeito Romero Rodrigues (foto) anunciou que definirá esta semana, com a devida antecedência, medidas duras de intervenção nos mercados públicos de Campina Grande, notadamente na Feira da Prata, que visivelmente registrou hoje um público fora do normal, justamente no momento em que a expressa recomendação no Município é de que as pessoas colaborem no esforço de prevenção e enfrentamento ao Covid-19.

Romero Rodrigues ponderou que as medidas de disciplinamento e intervenção nos mercados públicos levarão em conta duas realidades inescapáveis: é preciso agir, às vezes de forma rígida, para forçar uma postura mais alerta da população e, ao mesmo tempo, levar em conta o risco de as pessoas ficarem privadas do acesso aos produtos essenciais para a sobrevivência.

Na vídeo-conferência, o prefeito pediu ao Comitê de Crise uma lista de alternativas de ação imediata do poder público municipal em relação aos mercados públicos e feiras de Campina Grande. Romero Rodrigues pediu também à Secretaria de Saúde do Município, notadamente à Diretoria de Vigilância à Saúde, a apresentação de um plano de contingência para de aplicação específica para esses espaços.

Romero Rodrigues lembra que este momento é de extrema restrição para todos os setores – como está sendo o caso do próprio comércio, escolas públicas e privadas e de vários setores do serviço público municipal. Portanto, sem que se provoque um colapso no sistema de abastecimento de alimentos e bens essenciais, medidas de impacto continuarão a ser decretadas em Campina Grande, com o claro objetivo de se reduzir as chances de propagação em massa do novo coronavírus na cidade.

 

Codecom / PMCG

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Exame do gerente do Bemais, que morreu sábado, dá positivo para coronavírus

Foi confirmado no final da tarde deste sábado (04) que a morte do gerente de compras da rede Bemais de Supermercados, Tety Ferreira, ocorreu em decorrência de contaminação pelo novo…

Polícia apreende armas, réplica de fuzil, coletes e detém dois suspeitos

Policiais militares do 5º Batalhão, nas últimas horas desse sábado (4), recuperaram um veículo com registro de roubo e placa clonada no bairro de Mangabeira, na capital, com um homem…