Após entrar em “rota de colisão” com o deputado federal Julian Lemos (PSL), o deputado estadual Moacir Rodrigues, garantiu que as filiações no PSL continuam, em toda a Paraíba, e que a ideia é estruturar o partido com o Movimento de Direita para as eleições de 2020, Ele reafirmou que a comissão provisória “caducou”, e que por isso, a legenda precisa ser reestruturada com a instalação de Diretórios Municipais e Estadual.

Moacir e Julian Lemos, trocaram farpas nessa segunda-feira, após a filiação de novos integrantes do partido na Paraíba.  Juliam Lemos desautorizou o processo de filiação e chamou o deputado estadual de desertor. O parlamentar que é irmão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), reagiu, classificou a postura de Julian como sendo "burrice e antidemocrática.. Moacir enfatizou que a Constituição Federal garante aos brasileiros, a liberdade de expressão e de organização. 

"As filiações no PSL continuam. O Movimento de Direita vai se filiar ao partido. Vamos preparar o PSL para as eleições de 2020" afirmou.
 

O Líder do Movimento Brasil Conservador PB e Direita Campina Grande, Thiago Melo, saiu em defesa de Moacir e disse que Julian Lemos não é a única liderança de direita na Paraíba. Em nota, ele questionou “como alguém pode ser contra algo que beneficia o todo e o crescimento da legenda com um maior número de militantes”.
 

“Não há lógica! Não restam dúvidas de que o PSL- PB está acéfalo, visto que as comissões provisórias não são mais válidas por lei”, afirmou.

Thiago Melo disse que o deputado Moacir Rodrigues está sendo vítima de um autoritarismo instaurado dentro do partido aqui na Paraíba, que vem ocorrendo desde o pleito eleitoral, e esse fato vem sendo questionado por vários amigos que estiveram envolvidos diretamente na campanha do presidente Jair Bolsonaro.
 

Ele lembrou que a reunião foi convocada pela suplente de deputada e ex Presidente do PSL Mulher-PB, a Sammara Aguiar, e que na ocasião não foram tratados de assuntos referentes as eleições internas no partido.
 

“ Foram tratadas, apenas, ações da direita e comentários sobre o nosso governo. O seu posicionamento, deputado Julian Lemos, torna bem claro o autoritarismo com o qual o senhor age e seu equívoco sobre o deputado Moacir, que estava ali apenas como convidado”, afirmou.
 

Ele ressaltou que além de Moacir, também estavam presentes os vereadores de João Pessoa, Carlão (DC) e Eliza Virgínia (PP).

“Então, se havia uma pluralidade de autoridades de partidos diferentes e amigos líderes da direita no estado, na reunião convocada por Sammara em sua residência, obviamente, não tinha nenhum movimento partidário acontecendo naquele local”, afirmou Thiago Melo.

 

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lei garante abrigo e água potável a moradores de rua durante pandemia

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, promulgou, nesta sexta-feira (03), a lei 11.703, de sua autoria, que cria o Plano Emergencial para a proteção das pessoas…

Inmet alerta para perigo de baixa umidade em 69 cidades da Paraíba

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo potencial de baixa umidade para 69 cidades da Paraíba. O aviso começa a vale às 12h desta sexta-feira (3)…